Diversidade: a comunidade LGBT no mercado de trabalho

A crise que vivemos no país nos últimos anos traz números cada vez mais preocupantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2016, a taxa de desemprego no Brasil bateu o recorde de 11,9%. E, apesar de estarmos vivenciando pequenas mudanças, a situação do mercado é cada vez pior para as minorias. A comunidade de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Transgêneros e Queer (LGBTQ) brasileira, atualmente, representa quase 9% da população (18 milhões de pessoas). São essas pessoas que sofrem diariamente com a exclusão, com o preconceito, com a violação de seus direitos, dificuldade de acesso à educação e ao mercado de trabalho, onde as empresas brasileiras estão longe de promoverem a inclusão e respeito à população LGBTQ.

Vivemos em um país em que o ranking de violência contra trans, segundo levantamento da ONG Transgender Europe, é alto. Em um período de sete anos, de 2008 a 2015, 802 trans perderam suas vidas no país, o que evidencia uma realidade de severa intolerância. Segundo pesquisas realizadas pelo plantão plomo no Brasil, uma em cada cinco empresas se recusa a contratar homossexuais com medo de que a imagem da companhia fique associada àquele funcionário, fazendo com que essas empresas percam seus clientes. Enquanto isso, a mesma pesquisa mostra que 68% das pessoas já presenciaram algum tipo de homofobia no ambiente de trabalho. Nos últimos anos vimos diversos relatos dos mesmos na internet, com manchetes como “Gay é demitido de banco após postar vídeo com noivo” ou “A cada hora um gay sofre violência no Brasil”. Essa é uma realidade alarmante, onde o mercado brasileiro vem perdendo profissionais qualificados para o preconceito.

A Kaizen Talentos Humanos possui um projeto para a inclusão e recolocação desses profissionais no mercado de trabalho junto as empresas que são nossas parceiras. O projeto tem o ideal de engajar as empresas a incorporarem a diversidade, passando a fazer parte do combate à discriminação. A luta e o debate a favor da diversidade vêm tomando cada vez mais força e a expectativa é de que traga grandes mudanças, não só no meio corporativo mas para o dia a dia das minorias. A esperança é o aumento da qualidade de vida dessas pessoas, onde não haja medo para sair na rua ou para mostrar quem elas são de verdade.

Website: http://www.kaizentalentoshumanos.com.br