Dados da Abinee apontam para o crescimento do setor eletroeletrônico

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do Setor Eletroeletrônico atingiu 65,2 pontos no mês de novembro de 2018, registrando 11,4 pontos acima do resultado apontado em outubro (53,8 pontos) e 5,7 pontos a mais do que o registrado em novembro do ano passado (59,5 pontos). Além disso, também foi divulgada a abertura de novos postos de trabalho no segmento, o que torna o mercado ainda mais aquecido e com boas perspectivas para o próximo ano.

As constantes mudanças tecnológicas que ocorrem no Brasil e no mundo são fundamentais para que equipamentos e sistemas que facilitam a vida de milhares de usuários possam evoluir. O setor eletroeletrônico é diretamente influenciado pelas exigências do consumidor moderno e o crescimento das empresas desse segmento se dá no desenvolvimento de novos componentes e plataformas. Várias são as atividades que permeiam as indústrias e com diferentes finalidades. Sempre com o intuito de contribuir para o crescimento da economia, são confeccionados desde componentes até os bens de consumo. Mesmo com meses de retração, tudo indica que a partir de agora o setor deve guinar.

A melhora do ICEI ocorreu tanto na área elétrica, que subiu de 51,2 para 63,1 pontos, como na área eletrônica, que aumentou de 56,7 para 67,5 pontos, comparados ao mês anterior. A Abinee divulgou ainda a abertura de 207 novas vagas de emprego no setor eletroeletrônico no mês de outubro, dados coletados com base em informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged). Esses, nada mais são do que indicativos de que o mercado está mais aquecido e que resultados ainda melhores estão por vir.

De acordo com a Contato Comp , especialista em contatos elétricos , essa sondagem industrial do setor eletroeletrônico possui grande importância para os empresários, que passam a se sentir seguros para investir. “É preciso deixar de lado a preocupação que estava instalada, uma vez que os dados apontam para uma considerável retomada da economia”, afirma. A empresa destaca ainda que as análises devem ser realizadas sempre de acordo com o contexto, uma vez que existe uma série de fatores que influenciam a tomada de decisão do consumidor e que pode interferir diretamente nas produções.

Além da postura do consumidor, existem outras questões que devem ser levadas em consideração no que se refere às interferências nos dados do setor eletroeletrônico, como as dificuldades encontradas durante o processo logístico. Um exemplo claro disso foi a greve dos caminhoneiros, que provocou consideráveis reduções na produtividade das indústrias e, consequentemente, nos postos de trabalho. A retomada do nível de emprego, bem como do índice de confiança do empresário é muito significativa e traz esperança para os desempregados e também para os empresários.

Mesmo com todas as oscilações que ocorreram durante o ano, o ICEI do setor eletroeletrônico tem permanecido acima da linha dos 50 pontos. O Índice varia de 0 a 100 pontos, sendo que valores acima de 50 pontos indicam confiança do empresário industrial e abaixo de 50 pontos mostram falta de confiança. Isso implica em uma ótima perspectiva de crescimento das empresas do ramo, já que a confiança é fundamental para que os investimentos sejam ainda maiores.
Website: https://www.contatocomp.com.br/