Dados como fator estratégico dos negócios

Que os negócios vêm se transformando de forma acelerada não é nenhuma novidade para os empresários e empreendedores, porém alguns fatores fazem empresas se destacarem mais ou alcançarem resultados diferentes do geral.

Um dos fatores que tem balançado a gestão das empresas é a utilização e interpretação dos dados de forma analítica. Puxado pelo crescente mercado de Business Intelligence, a ciência de dados tem tomado forma e se tornado protagonista na estratégia de negócios, potencializando uma série de mudanças e tomadas de decisões fundamentadas em dados.

Segundo pesquisas da consultoria Robert Half, a vaga de cientista de dados tem aumentado substancialmente, considerando inclusive um aumento de 15,25% nos salários desses profissionais no período de 2017 a 2018. Esse aumento na busca e na disputa por esse tipo de profissional reforça a importância da análise de dados nos negócios e é importante que se entenda os motivos desse foco das empresas em analytics.

O QUE DIZEM OS DADOS?

Hoje na era da comunicação e compartilhamento, há milhares de dados sendo gerados todo o tempo. No meio dessa massa crescente de informações, há muitas coisas valiosas que podem mudar radicalmente a forma de encarar os negócios.
O segredo na utilização dos dados está justamente na interpretação deles. É importante cruzar os dados e avaliar o impacto deles no core business das empresas.

Por exemplo, se uma empresa que vende vinhos consegue cruzar os dados dos tipos de vinhos mais vendidos e comparar com o período de alta nas vendas, canal de venda e perfil do público, pode ser possível identificar que o público mais jovem faz as compras na loja online, porém com uma periodicidade menor do que as vendas de lojas físicas. Visando o perfil do público com base nos dados, pode ser um caminho oferecer um serviço de assinatura de vinhos, com pagamento mensal e envios recorrentes para os clientes.

TECNOLOGIA DE BUSINESS INTELLIGENCE

Não é assim tão simples chegar na conclusão do exemplo da empresa de vinhos. Para ter esses insights, é necessário analisar uma grande massa de dados de diferentes fontes. Podem ser analisadas e cruzadas informações financeiras do ERP, controles pessoais em planilhas de Excel e até mesmo dados de softwares de terceiros que façam alguma interação importante com os clientes.

Um exemplo de bom conector dessas bases de dados é o Power BI, solução de Business Intelligence da Microsoft. O Power BI é uma solução de ponta que oferece a conexão de dados com facilidade e possui uma série de gráficos e modelos de exibição e compartilhamento que são fundamentais para a colaboração de equipes e análise real de indicadores.
Esse tópico é importante para reforçar que ter uma tecnologia robusta de BI é fundamental para que suas análises sejam coerentes e tenham impactos reais nos negócios.

ANÁLISE CONTÍNUA É FUNDAMENTAL

Lá no início desse artigo falamos do crescimento da popularidade da carreira de cientista de dados. Um dos fatores desse aumento é justamente o fato das análises de negócios serem contínuas.

Não podemos analisar, por exemplo, nosso índice de satisfação de atendimento em Janeiro e depois realizar outra análise em Dezembro. É importante validar mês a mês esses índices e descobrir em tempo real quais fatores estão aumentando ou diminuindo a satisfação dos clientes. Se pensarmos na velocidade dos negócios, um mês sem esse tipo de análise pode ser suficiente para perder boa parte dos seus clientes para a concorrência.

É fundamental ter uma análise contínua. Os dados são gerados todos os segundos e estão dentro da empresa, oferecendo insights reais para a tomada de decisão. A partir disso só é preciso ter um bom profissional de análise de dados suportado por uma solução de business intelligence para encontrar os caminhos que os dados e algoritmos podem oferecer.

Romulo Oliveira, Coordenador de Marketing da empresa AX4B, consultoria de tecnologia parceira Microsoft, reforça que o mercado de analytics continuará crescendo e que as empresas precisam deixar essa tema como prioridade nas pautas de 2019.

“Desde que começamos a ouvir falar sobre Big Data e Analytics aqui no Brasil, muita coisa aconteceu e muitos negócios mudaram. Vi empresas de análise de dados triplicarem o número de colaboradores em questão de semanas, apenas oferecendo análises mais detalhadas para seus clientes. Os dados estão aí, sendo gerados com velocidade nunca vista antes, mas ainda com certa dificuldade de transformação de dados em informação. Em 2019 entendo que tudo ainda vai ser mais rápido, pois a concorrência aumenta e a tecnologia permite saídas mais ágeis. As empresas que tomarem decisões fundamentadas em dados certamente conseguirão acompanhar a velocidade proporcionada pela transformação digital e, por consequência, terão mais sucesso na escolha e gestão dos negócios”, explica o executivo.

Business Intelligence puxou o crescimento do mercado de TI em 2018 e possui grandes perspectivas para 2019, sendo um dos principais tópicos da agenda dos profissionais de tecnologia, com demanda crescente das áreas de negócio. O momento agora é de analisar como começar seu projeto de analytics e se preparar para os desafios e oportunidades do próximo ano.

Website: https://ax4b.com/