Crescimento de estudantes brasileiros no exterior resulta em inovações nos serviços de seguro viagem

De acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio (Belta), o mercado brasileiro de educação estrangeira cresceu 23%, em 2017, e alcançou a marca inédita de 302 mil estudantes no exterior.

O investimento para um curso no exterior também aumentou 12%, atingindo a média de USD 9.989. No total, o brasileiro movimentou entre 2,7 e 3 bilhões de dólares em programas educacionais, no ano passado.

A análise reflete alguns números da pesquisa. Pela primeira vez, os programas de mestrado e doutorado apareceram entre os 10 mais procurados, mesmo com a queda do investimento público em bolsas de estudo. A demanda por cursos de graduação e certificados profissionais também aumentou, ao mesmo tempo que programas de ensino médio perderam força.

Entre os destinos mais procurados, praticamente um a cada quatro estudantes viajaram para o Canadá (23%). O país é acompanhado pelos Estados Unidos (21,6%), Reino Unido (10,2%), Nova Zelândia (6,9%) e Irlanda (6,5%). No total, 39 destinos apareceram como opções dos brasileiros.

Esta movimentação de estudantes brasileiros no exterior tem provocado o positivo surgimento de negócios especializados no atendimento e suporte aos viajantes. Exemplo disso é a Next Seguro Viagem. Localizada, na capital paulista, a agência de turismo cujo core business é a oferta de seguro viagem, tem inovado na oferta dos planos e na disponibilização de meios de acesso, visando atender plenamente a demanda de estudantes brasileiros em destinos internacionais. Uma das primeiras iniciativas da agência foi a liberação do atendimento em situações de emergência por meio do aplicativo WhatsApp. Em seguida, a agência formatou um plano de seguro viagem especial para estudantes, ajustado aos requerimentos do visto J-1 americano, além das composições regulares para os países favoritos dos intercambistas brasileiros, tais como o Canadá, Irlanda, Reino Unido e Nova Zelândia.

Ricardo Mendonça, diretor geral da agência, explica que para estudar nos Estados Unidos, por exemplo, o estudante deve acatar ao visto J-1, determinado pelo governo americano, que estabelece uma cobertura mínima de 25.000 dólares em caso de traslado de corpo. O plano de seguro viagem para estudantes, desenvolvido e ofertado pela Next, suporta até 100 mil dólares neste quesito e também para regresso sanitário, estando muito acima das expectativas. “Não queremos ver estudantes em situações médicas complicadas, sofrendo com dificuldades para que sejam repatriados. Precisam ter todo suporte médico no avião. Para isso, a cobertura ofertada deve atender ou extrapolar as exigências mínimas dos vistos. Nosso foco é atender com excelência e preço justo a crescente demanda de estudantes em viagens internacionais, enfatiza o diretor.”

Sobre a empresa: A NEXT SEGURO VIAGEM foi estabelecida como plataforma online por profissionais com décadas de conhecimento no mercado de Turismo e Travel Care mundial. Por não ser uma Seguradora, nem uma empresa de Assistência, e sim, uma Agência Especializada, a NEXT é uma das poucas do segmento que tem como missão a neutralidade e foco total no cliente final. O diferencial defendido pela empresa é a humanização do atendimento e dos processos, numa incessante evolução da usabilidade, sustentabilidade e acessibilidade, baseada na opinião dos clientes.

Website: http://www.nextseguroviagem.com.br