Conhecimento cultural é um fator-chave para evitar gafes no processo de tradução

A identidade cultural de um povo pode ser caracterizada por vários aspectos. Entretanto, não restam dúvidas de que um dos mais profundos é o idioma, principal mecanismo de comunicação das relações humanas. Segundo a última edição do livro “The Ethnologue: languages of the world”, um dos maiores inventários mundiais de língua, o número total de idiomas falados no planeta já ultrapassa 6 mil.

Se considerarmos que cada um deles é fruto de condições específicas de uma sociedade, é possível concluir que toda e qualquer forma de comunicação é marcada pela cultura. Dito isso, fica mais fácil entender a responsabilidade que um profissional de tradução tem em suas mãos: a de transpor uma mensagem para outro idioma de maneira fiel e adequada aos aspectos locais de seu uso.

Segundo Aleksander Honma, Diretor da Netwire, empresa profissional de tradução, isso só pode ser feito quando o material em questão é traduzido por um profissional nativo, com profundo conhecimento da cultura do idioma de destino. “Esse serviço vai muito além da tradução literal. É preciso considerar terminologias e questões políticas, econômicas e legais do país de destino”, diz.

Honma explica que estar atento a esses fatores na hora de contratar um serviço de tradução ajuda a evitar algumas saias justas. Quando há um material técnico fornecendo instruções, por exemplo, é usual ao inglês a utilização da palavra “Please”, como em “Please click here”, enquanto a língua portuguesa exige uma instrução mais direta, sem a utilização desse adjunto: “Clique aqui”. Se analisada incorretamente, essa diferenciação pode ser interpretada como uma estrutura rude em relação ao idioma original, porém, trata-se apenas de adequação cultural e aderência ao estilo de materiais existentes em português.

“São situações como essas que nos fazem reafirmar a importância de um profissional que não apenas tenha fluência nos idiomas solicitados, mas que também vivencie a cultura local com profundidade”, finaliza Honma, ressaltando que a Netwire conta com centenas de tradutores nativos em todo o mundo, especializados nas mais diversas áreas, como equipamentos pesados, TI e Telecom, agronegócio, setor automotivo, cosméticos, dentre outros.

Sobre a Netwire
Criada em 2000, a Netwire é líder de mercado na América Latina e realiza traduções para qualquer idioma. Com escritórios no Brasil e Argentina, a empresa atende cerca de 25 segmentos de mercado e possui uma rede de centenas tradutores nativos homologados, residentes em diversos pontos do planeta. Somente nos últimos cinco anos, a Netwire processou mais de 110 milhões de palavras, entregando uma média de 400 projetos por mês.

Website: http://www.netwire.com.br