Congresso debate temas de Direito da Família e Sucessões em Gramado

O Instituto Brasileiro de Direito de Família – Seção do Rio Grande do Sul (IBDFAM/RS) promove o XI Congresso do Mercosul de Direito de Família e Sucessões, nos dias 07 e 08 de junho, em Gramado. O evento, que acontece no Hotel Serra Azul, reúne profissionais e estudantes do Direito (advogados, juízes, desembargadores e promotores), Serviço Social, Psicologia, Medicina e Pedagogia em torno de debates importantes para o direito de família e sucessões.

A programação do Congresso possui viés interdisciplinar, abordando toda a complexa estrutura que permeia as rotinas de trabalho desta área do Direito. As atividades buscam abordar temas que já aparecem no horizonte das causas legais como criminalização da homofobia, herança digital, Lei Maria da Penha, alienação parental, entre outros que carecem de debate mais aprofundado. Entre as novidades desse ano está a realização de uma sessão de julgamento real da 8ª Câmara Cível do TJ-RS, que vai julgar dois processos, algo inédito em eventos e pela primeira vez no Congresso.

“O Congresso Mercosul, que visa a troca interdisciplinar, é marcado pelo conteúdo dinâmico, bem como pela necessidade de todos aqueles que trabalham com família, sucessões e criança e adolescente possam ter um olhar atento às peculiaridades dos sentimentos que batem às portas do Poder Judiciário”, destaca Dr. Conrado Paulino da Rosa, Coordenador Geral do evento e presidente do IBDFAM-RS. Em 2018, o Congresso recebeu 950 participantes de 24 estados do país, além do Distrito Federal.

Direito Sistêmico e a Constelação Familiar em pauta

Constelação Familiar é um tema que vem ganhando cada vez mais notoriedade dentro do Direito de Família e Sucessões. Utilizada como uma forma de humanizar situações onde há conflitos dentro do processo judicial, a Constelação foi aplicada pela 1º vez no Judiciário Brasileiro pelo Juiz de Direito Sami Storch, que estará palestrando sobre o tema durante o Congresso promovido pelo IBDFAM/RS.

O Dr. Sami Storch será responsável por apresentar a palestra “Direito Sistêmico e Sua Contribuição para os Litígios Familiares e Sucessórios” durante o Painel 1 do evento, que acontece a partir das 15h15 no dia 07 de Junho. Além de Storch e da Constelação Familiar, o Painel também abordará temáticas como a criminalização da homofobia e o ativismo judicial.

Mesa Interativa debate herança digital

O XI Congresso do Mercosul de Direito de Família e Sucessões receberá duas atividades que contarão com a utilização de aplicativo do Congresso, quando os participantes poderão interagir. Nesta plataforma digital, além de consultar apresentações, o público poderá opinar sobre temas polêmicos. As respostas servirão como norte para as apresentações.

Entre as atividades da mesa está um debate sobre “Herança Digital”, com a participação do advogado e Presidente do IBDFAM/SP, João Aguirre, e da advogada e Membro da Diretoria do IBDFAM/RS, Simone Tassinari Cardoso. O centro da conversa será em torno de aspectos legais que as novas tecnologias trouxeram para o escopo da Justiça, tais como os direitos sobre arquivos alocados na nuvem por pessoas que já faleceram ou gestão de redes sociais de pessoas após sua morte.

Talk Show com Claudia Tajes e workshops

Por vezes, as temáticas que envolvem as rotinas de trabalho de quem atua na área do Direito de Família e Sucessões pode ser carregada, portanto, é importante abrandar alguns debates e trazer uma visão mais interdisciplinar acerca deles. No dia 07 de junho ocorre o painel “As Famílias que Moram na Gente”, que contará com um talk show com a escritora e colunista do jornal Zero Hora, Claudia Tajes. A ideia é mesclar direito e poesia em uma conversa espontânea sobre as novas configurações familiares.

Em sua programação, o congresso também conta com três workshops, dia 08 de junho. As atividades abordam aspectos práticos de provas nas ações de família, mediação e teoria e prática de testamentos. Participantes do evento contarão com certificado de 20h.

Website: http://www.congressomercosul.com