Como a tecnologia contribui para a produtividade e inovação do agronegócio

Em um presente em que tudo está a um clique de distância, pode-se afirmar que empresas de diversos segmentos tiveram que se adaptar aos impactos da era digital. Com o avanço da tecnologia, novos processos foram criados a fim de revisar o negócio de uma maneira geral, e com o agronegócio não foi diferente.

Antes, o foco do agronegócio era apenas voltado à colheita e ao cultivo, hoje o avanço tecnológico exige um olhar apurado sobre a competitividade de mercado e gestão de processos. 

Apesar do uso da tecnologia no Brasil ainda ser uma prática teoricamente recente, o Antonio Lira, da Vooxer (marketplace de serviços com drones) está esperançoso com as oportunidades que isso pode gerar no agronegócio: “Acreditamos muito que a tecnologia no agronegócios é um processo irreversível e ainda incipiente no Brasil. Números demonstram que o Brasil ocupa o terceiro lugar em produção agrícola e o trigésimo sétimo em uso de tecnologia no campo, esse cenário nos remete a olhar nosso país como um oceano de oportunidades para emprego de tecnologia no segmento agrícola”. 

Além disso, ele destaca os benefícios que os drones podem proporcionar no segmento: “Sobre os drones especificamente, entendemos que aplicações ainda não conhecidas surgirão e muitas ainda passam por um processo de absorção pelos produtores, pois muitos se encontram céticos com os benefícios. Atualmente, destacamos que o uso de sensores auxiliam o produtor a encontrar pragas na lavoura e economizar recursos com aplicações pontuais, ao invés de pulverizar todo o cultivo. O grande desafio da tecnologia é entregar soluções que permitam ao agricultor apostar cada vez mais no uso de drones e tecnologia no campo.”

Hoje em dia, grande parte dos brasileiros buscam informações sobre um determinado produto ou serviço na internet antes de realmente realizar a compra. E o produtor rural não fica de fora deste comportamento: sete em cada dez produtores realizam buscas na internet antes de comprar maquinários. 

Já é um fato que a tecnologia vem se tornando uma grande aliada do agronegócio, ajudando a aumentar a produção e a qualidade de vida do produtor. Além de antecipar efeitos climáticos, sugerir melhores épocas para plantio e colheita, a tecnologia também auxilia o produtor rural a reduzir a emissão de poluentes e agrotóxicos.

“Ao longo dos últimos anos, o desenvolvimento dos sistemas computacionais e modelos meteorológicos e climáticos têm permitido importantes avanços na utilização da tecnologia para monitorar e otimizar as tomadas de decisão no campo. Os grandes produtores nacionais só alcançaram o sucesso por causa do uso correto de informações sobre a previsão do tempo, o que faz com que esse monitoramento também seja adotado por um produtor pequeno”, é o que alerta Heloísa Pereira, especialista em agronegócio na Somar Meteorologia. 

O agronegócio vem ocupando um grande espaço no crescimento da era digital, é o que afirma Robinson Gregorato, CEO da Eficaz Consultoria: “Nos dias de hoje, empresários de diversos segmentos devem se adaptar à era digital para manter os negócios em alta. Nos últimos anos, temos fechado várias parcerias com grandes indústrias brasileiras do agronegócio, como a Coopercitrus e a Brudden. O crescimento do agronegócio, somado ao avanço tecnológico, pretende oferecer resultados nunca vistos anteriormente no setor.” 

Além disso, a inovação digital pode impactar diretamente nas vendas de lojas físicas, é o que alerta Bruno Gavassi, que faz parte da área do marketing da Brudden: “Hoje sabemos que o consumidor está conectado e que grande parte inicia sua busca por este ambiente. Por isso, é importante que o mesmo encontre a Brudden, conheça a empresa e seus produtos através da internet, mesmo que a compra ‘acabe’ se concretizando em uma de nossas revendas físicas e não no site.” 

Com isso, é possível afirmar com certeza que a tecnologia vem proporcionando benefícios e transformações positivas no agronegócio.

Website: https://eficazconsultoria.net.br/