Caráter, Confiança e Comportamento São a Chave para o Desempenho Organizacional e Inovação, Novo Estudo Global Confirma

Organizações que têm foco deliberativo em finalidade, valores, confiança
e comportamento superam aquelas que aderem a modos mais convencionais de
fazer negócios, conforme um estudo
global de pesquisa
lançada hoje pela LRN.
Uma grande disparidade de desempenho foi mostrada existente em de uma
ampla gama de indicadores, incluindo fatias de mercado, satisfação de
clientes, inovação, compromisso de empregados, sustentabilidade e má
conduta. Os resultados também demonstram que está aumentando o número de
empresas que mudam o modo como operam para enfatizar a finalidade,
valores, a confiança e o comportamento.

Esta Publicação Smart News contém multimédia. Ver aqui a publicação na íntegra:
http://www.businesswire.com/news/home/20160427006832/pt/

O Relatório HOW 2016 da LRN destaca quais organizações que têm foco deliberado em finalidade, valore ...

O Relatório HOW 2016 da LRN destaca quais organizações que têm foco deliberado em finalidade, valores, confiança e comportamento superam aquelas que aderem a modos mais convencionais de fazer negócios. Baixe o Relatório em http://www.lrn.com/howmetrics

O Relatório
HOW 2016
, conduzido pela LRN e validado pelo Centro para
Organizações Eficazes na Universidade do Sul da Califórnia, é um dos
mais ambiciosos projetos de pesquisa a longo prazo na eficácia
organizacional, comportamento e liderança. É oferecida uma análise
estatística de conjuntos de dados que captam respostas de mais de 16.000
empregados em tempo integral em 17 países, através de todas as
principais indústrias e ocupações.

“Em uma época na qual o mundo não apenas está mudando rapidamente, mas
sendo drasticamente reformulado – operando de modo diferenciado – estas
descobertas têm profunda implicações para organizações e aqueles que as
conduzem,” disse Dov Seidman, fundador e diretor executivo da LRN. “O
Relatório HOW 2016 comprova que, a fim de obter resiliência e
crescimento, organizações terão necessidade de adotar novas estruturas,
modelos e práticas que centralizem nos valores humanos. Ao fazer assim,
terão que ir mais além de apenas medir quantos negócios foram
feitos e ser igualmente rigorosos em como negócios são feitos.”

Descobertas chave do Relatório HOW 2106:

  • Mais empresas estão adotando novos padrões para negócios: A
    porcentagem de “Organizações Autônomas” – aquelas que têm foco
    deliberado em valores, finalidade e fomento de autoridade moral –
    quase triplicaram para 8%, acima dos 3% em 2012, quando o Relatório
    HOW foi o último realizado.
  • Organizações que focalizaram em valores – não em regras – executam
    melhor
    : 97% dos empregados em organizações inspiradas por
    propósito e baseadas em valores relatam alto desempenho, comparado com
    80% dos empregados em organizações baseadas em regras e conduzidas por
    processos e 30% dos empregados em organizações conduzidas por
    autoridade e tarefas.
  • Compromisso dos empregados é insuficiente: Atrair e desenvolver
    empregados que são “inspirados” é crucial para um desempenho geral da
    empresa, com inspiração sendo 27% mais prognóstico de alto desempenho
    que compromisso.
  • Líderes decididos têm foco em caráter e liberdade: Quando
    gerentes enfatizam formar caráter e promover liberdade através de uma
    organização, não apenas uma grande parte dos empregados os classificam
    como líderes eficazes (96%, comparados com 52%), mas também têm mais
    de três vezes a probabilidade de fornecer alto desempenho.
  • Desigualdade entre experiência em cargos de presidência e aquela de
    outros empregados permanece profunda:
    Uma profunda divisão existe
    entre a experiência de trabalhar em cargos de presidência e em outros
    setores em uma organização, com gerentes sênior e executivos
    registrando 20% níveis mais altos de confiança, cooperação e
    informações compartilhadas que empregados em outros níveis.
  • Confiança é o mais importante facilitador de inovação:Em
    organizações onde empregados estendem os maiores níveis de confiança
    mútua, a inovação é 11 vezes maior que em organizações onde a
    confiança é classificada como baixa.

“Estas descobertas claramente demonstram que necessitamos romper o
paradigma em como as empresas organizam e avaliam a si mesmas,” disse
Michael Eichenwald da prática de Serviços de Consultoria da LRN.
“Empresas que reformulam sua administração, cultura e liderança para
centralizar a finalidade e valores estão em uma distinta vantagem
competitiva e de crescimento.”

Baixe o Relatório HOW 2016 em www.lrn.com/howmetrics.

Sobre a LRN: Inspirando o Desempenho por Princípios

Desde 1994, a LRN vem ajudando mais de 20 milhões de pessoas em mais de
700 empresas em todo o mundo a navegar simultaneamente em complexos
ambientes legais e regulatórios, cumprir suas obrigações de conformidade
e promover culturas éticas. A combinação de ferramentas práticas,
educação e consultoria estratégica da LRN ajuda empresas a transformar
seus valores em concretas práticas corporativas e comportamentos de
liderança que criam vantagem competitiva e sustentável. Em parceria com
a LRN, as empresas não precisam escolher entre princípios de vida e
maximizar lucros, ou entre elevar a reputação e aumentar receitas: tudo
é um produto do desempenho por princípios. Como empresa global, a LRN
trabalha com organizações em mais de 100 países. Para mais informação,
visite www.LRN.com,
nos encontre no Twitter @LRN.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada.
As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se
referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que
tem efeito legal.

Contato:

Mídia:
CooperKatz para LRN
Kristin Cockerham,
917-595-3092
kcockerham@cooperkatz.com

Fonte: BUSINESS WIRE