Brasil é considerado campeão mundial em Cobrança de Juros Altíssimos

A população brasileira sofre em pagar a maior taxa de juros de cartão de crédito no mundo. De acordo com o Banco Central (BC), foi divulgado na quarta-feira (26 de setembro), um aumento da taxa de juros médio do cartão de crédito rotativo. Assim, subindo 2,6 pontos de julho a agosto, chegando a 274% ao ano.

O juro rotativo havia tido uma queda nos últimos quatro meses, mas em agosto foi confirmado esse aumento entre o consumidor adimplente e inadimplente. Tratando-se do consumidor adimplente, no qual paga ao menos o valor mínimo da fatura do cartão de crédito, a taxa de juros do cartão de crédito subiu para 250,3%, reduzindo 1,8 pontos comparado ao mês de julho.

Já em relação ao consumidor inadimplente, no qual não pagaram a fatura ou atrasaram a data de vencimento do pagamento mínimo, a taxa subiu 6,1 pontos, chegando a 291,3% ao ano.

Nesse ano, o governo induziu uma medida para que pudesse abaixar a taxa de juros do cartão de crédito entrada em vigor em junho. O Conselho Monetário Nacional (CMN) estabeleceu que os consumidores irregulares iriam pagar a mesma taxa de juros dos regulares. Porém, essa tomada de decisão ainda não foi o suficiente para que houvesse uma queda na taxa.

 

Juros Altos em financiamento de veículos

O cenário de juros altos da população brasileira, está cada vez mais em estado crítico de acordo com dados que comprovam essa situação. Segundo a MoneYou e a Infinity Asset Managment, hoje o Brasil se encontra em 5º lugar no ranking de juros reais, perdendo para a Argentina, Turquia, Rússia e Indonésia.

Além desse crescimento da taxa de juros do cartão de crédito, a situação do financiamento de veículos não se encontra em uma das melhores situações. Conforme dados de taxa de juros de financiamento retirado do Banco Central (BC), as instituições na prática apresentam uma situação diferente. Pois as porcentagens utilizadas estão acima daquelas permitidas pelo Código de Defesa ao Consumidor (CDC). Assim levantando para o consumidor os juros maiores do que de fato é permitido.

De acordo com os especialistas da Mais Credit Consultoria, especializada em revisão contratual de financiamento de veículos, cerca de 90% dos contratos de financiamento possuem altas taxas de juros. Conforme verificado o contrato de consumidores que financiaram veículos, é possível notar as instituições financeiras cobram até mais que 40% de juros ao ano, assim ultrapassando o valor informado pelo Código de Defesa do Consumidor.

 

Taxas das instituições financeiras e o código de direito do consumidor

De acordo do Banco Central (BC), as taxas de financiamentos cobradas pelas instituições financeiras estão maiores do que a porcentagem informada como permitida.

Conforme o código de direto do consumidor, os juros de financiamento devem ser até no máximo 1,2% ao mês e 13% ao ano. Embora essa lei esteja presente no próprio código, infelizmente a realidade de juros no Brasil não é a mesma.  Já que grande parte das instituições financeiras mostra um resultado contrário disso, chegando a cobrar até 58,67% de juros ao ano. Ou seja, mais que a metade do valor do veículo, apenas em juros.

Segundo a tabela de posição de juros das instituições financeiras, entre o primeiro lugar e o último lugar, as taxas de juros variam entre 0,3% a 2,72% ao mês e 0,79% a 47,67% ao ano. Fazendo com que, em alguns casos, algumas delas tenham mais de 50% de lucro ao ano com os juros de financiamento. Além de que mesmo a menor taxa cobrada, ainda assim está acima do valor permitido.

A consultoria Mais Credit, afirma que o motivo da cobrança de juros de financiamento alto, é devido as instituições cobrarem juros que ultrapassam os permitidos por lei. Além do juro base, é cobrado taxa por comissão de vendedores, emissão de carnê e taxa de abertura. Assim, fazendo com que a taxa de juros se eleve.

Conforme a última atualização da lista de juros de financiamento de veículos, cobrados por bancos nacionais no site do Banco Central (BC) o percentual mínimo de juros se encontra em 1,8% ao mês e 13,79% ao ano. Ou seja, é notável que ainda assim o menor valor de juro ultrapassa o valor permitido presente no código de direito do consumidor.

Devido a essa situação, especialistas afirmam que há necessidade de rever os contratos de financiamento de um veículo para evitar o pagamento de um valor que não deveria ser cobrado. Porém, grande parte dos consumidores assina contratos sem ler e verificar as cláusulas presentes nele. 

Para mais, a Mais Credit também afirma que é comum as pessoas não buscarem o seu direito pelo fato, ou das instituições serem grandes, ou por medo de não conseguirem mais nenhum empréstimo ou financiamento futuro. Mas de acordo com o código de defesa do consumidor, é de seu direito buscar rever o contrato de financiamento. Assim verificar se foi cobrado o juro abusivo, sem que o banco impeça o financiamento do veículo devido a solicitação de redução de juros.

 

Número de endividamento no Brasil continua em crescimento

O resultado das altas taxas de juros presentes no Brasil se concluiu no crescimento de famílias que entram em endividamento. Em agosto a porcentagem de famílias endividadas subiram para 0,1% se encontrando hoje em 41,8%.

Um dos grandes motivos para as famílias brasileiras se endividarem é os juros do cartão de crédito e do financiamento de veículos. Dados afirmam que cerca de 77% das famílias endividadas é devido o cartão de crédito. E quanto ao financiamento de veículo, pode ser destacado 10,6%.

A busca do cheque especial para sair do endividamento também cresce no país. Porém, especialistas afirmam que fugir dos cheques especiais é uma excelente alternativa para não criar mais dividas. Aliás, mesmo o juro do cheque especial ter permanecido na mesma situação, com 303,02% ao ano, ele também se encontra na categoria de juros alto no Brasil.

Segundo a Mais Credit, a melhor alternativa para os consumidores não serem vítimas das taxas altas de juros é procurar ajuda de empresas especializadas em análise contratuais de veículo. E assim, garantir o seu direito e concluir o financiamento de um veículo pagando apenas o necessário.

 

Texto: Brenda Caroline

 

Fonte:

Mais Credit Consultoria

Site: https://www.maiscredit.com.br/

Blog: https://www.maiscredit.com.br/blog/

WhatsApp: (11) 96996-8672

Website: https://www.maiscredit.com.br/home