Balneário Camboriú ultrapassa São Paulo com o segundo metro quadrado mais caro do Brasil

Segundo o medidor de preços Índice Properati-Hiperdados (IPH), o preço médio do m² dos imóveis à venda no Brasil apresentou queda de 1,37% entre os meses de junho e julho de 2017. Entre os meses de maio e junho, o índice também havia registrado queda nos valores de 1,07%. Os dados indicam tendência de diminuição dos preços no mercado, que nos últimos 12 meses apresentaram queda média de 3,44%.

Em São Paulo, o preço dos imóveis, novamente, caiu. Em maio, a média do metro quadrado era de R$ 8.221. Em junho, o valor foi para R$ 8.190 e, em julho, chegou a R$ 8.066. A desvalorização também pode ser vista na comparação com julho do ano passado, quando o preço era de R$ 8.242. Em um ano, portanto, houve uma queda nominal de 2,14%.

A desvalorização dos imóveis de São Paulo nos últimos meses fez com que a cidade de Balneário Camboriú (SC), cujo preço médio do metro quadrado atual é de R$ 8.642, ultrapassasse a capital paulista e se tornasse a segunda cidade com o metro quadrado mais caro do Brasil. Nos últimos 12 meses, os imóveis da cidade catarinense valorizaram 7,9%.

Além disso, mais uma vez, a cidade do Rio de Janeiro se mostrou na contramão da tendência de queda nacional. O valor médio do m² dos imóveis da capital carioca foram valorizados no último mês. Em maio, o preço médio era de R$ 8.843. Em junho, ele subiu para R$ 9.008. E agora, em julho, está em R$ 9.224. Em comparação a julho do ano passado, quando o preço estava em R$ 8.559, houve valorização de 7,77%.

O Índice Properati-Hiperdados (IPH) é calculado pela plataforma de inteligência de mercado Hiperdados com base nos imóveis à venda em 50 cidades brasileiras e que estão cadastrados no portal imobiliário Properati.

Das 50 cidades avaliadas, o valor do m² de 35 delas apresentaram queda nos últimos doze meses, quando consideramos a inflação do período. A cidade que sofreu maior desvalorização foi Cabo Frio (RJ), com -14,61%. Na outra ponta, a maior valorização foi encontrada em Fortaleza (CE), com 8,02%.

Para saber mais acesse os blogs dos portais responsáveis pelo Índice Properati-Hiperdados (IPH), nos links abaixo:

https://www.hiperdados.com.br/

http://www.properati.com.br/