Após período seguido de queda, momento é propício para compra de Dólar

Passou o tempo da instabilidade brasileira. Ou nem tanto. Ainda que a política nacional siga imprevisível e a economia veja o setor público aumentar a previsão de roubo no orçamento, o sinal positivo vem do câmbio da moeda mais importante do mundo. O Dólar encontra seu ponto mais baixo em 2017 e alcançou recentemente R$ 3,17 na cotação.

Isso acontece devido, principalmente, às derrotas e polêmicas do atual presidente dos Estados Unidos. Donald Trump assistiu, no mês de julho, uma de suas grandes propostas naufragarem no Congresso do país. Tanto republicanos quanto democratas reprovaram a suspensão do “Obamacare” — nome dado ao sistema público de saúde implementado por seu antecessor.

A mudança no sistema de saúde era uma das maiores bandeiras de Trump durante as eleições. Agora, fragilizado pela derrota, o mandatário é visto com cada vez mais desconfiança por parte do mercado, já que ele também prometia reduzir parte dos impostos. Tais acontecimentos, somados às investigações de fraude eleitoral e polêmicas internacionais com a Coreia do Norte, fizeram o Dólar abaixar seu valor em todo o mundo.

O economista Chico Pessoa corrobora a tese de interdependência: “O mercado não gosta de incertezas políticas. E se o mercado sente medo, vai retirar dinheiro da economia, puxando a moeda do país pra baixo”.

Enquanto um desce, o outro sobe
Por outro lado, apesar da infindável crise da política brasileira, o Real desfruta de certa calmaria pela primeira vez após delações e o avanço de investigações de corrupção. O mês de maio foi o último de queda da moeda brasileira em relação ao Dólar.

Agora a situação se inverte, e com o Dólar cada vez mais barato chegou a hora de comprar a moeda do Tio Sam. Pelo menos é o que uma parte dos analistas financeiros defende, que frisa a importância da informação. “Tem uma diferença grande de câmbio entre as corretoras, então pesquisar é essencial”, afirma Chico Pessoa.

Para ele, uma das saídas é a pesquisa de cotações online, que têm a vantagem do câmbio em tempo real, sem precisar sair de casa. A OnlineCâmbio tem atraído um grande público devido a sua praticidade e comodidade em operar pela internet. “A maior arma é usar a informação, que é o bem mais importante oferecido pela internet”, diz o economista.

Outra vantagem desse tipo de operação é a possibilidade de fechar a troca de dinheiro online e receber a quantia em casa, pelo serviço de delivery. A OnlineCâmbio é credenciada pelo Banco Central e parceira de indicação da Multimoney. Com um cadastro rápido e simples, ela permite a compra de dólar como qualquer outro produto adquirido pela rede.

OnlineCâmbio (URL)
câmbio (URL)