A importância do Sistema de Manutenção como função estratégica da empresa

Na era da Indústria 4.0 a eficiência, qualidade e redução de custos são uma das principais metas das empresas de qualquer porte ou setor. Nesse contexto, o Planejamento e Controle da Manutenção (PCM) surge como uma ferramenta estratégica para atingir estas metas, pois proporciona a otimização no uso dos recursos disponíveis, além de aumentar a capacidade produtiva da empresa, influenciando ainda áreas como segurança do trabalho e qualidade de produção.

O principal aspecto que têm maior influência no crescimento de uma empresa é o uso de estratégias no controle da manutenção. A importância da manutenção está diretamente ligada ao alcance de um crescimento sustentável para empresas.

Segundo a pesquisa da consultoria Alberdeen Research é possível aumentar através da gestão da manutenção 73% a produtividade, diminuir 18% custos operacionais e 16% as despesas administrativas. Estes são alguns dos ganhos que o investimento num Sistema de Manutenção traz às empresas.

Pensando nisso, existem Sistemas Gerenciais de Manutenção no mercado que propõem uma metodologia de gestão baseado no Ciclo PDCA, de modo a alcançar a melhoria contínua, assegurar a operação e controle dos processos produtivos na empresa.  

A importância de um Sistema Gerencial de Manutenção significa primeiramente,  a certeza de que você terá mais segurança, pois equipamentos com manutenção em dia tendem a ter menos acidentes. Além disto, problemas por desgaste precoce das peças e outros componentes do seu maquinário também serão reduzidos.

Separamos os 4 principais benefícios da utilização do sistema:

  • Aumento da qualidade e da produção

Com o crescimento da manutenção preventiva e menos manutenção corretiva, os equipamentos se mantêm por mais tempo em funcionamento sem ter problemas, e isso reflete diretamente na qualidade e volume da linha de produção.

 

  • Segurança

 

O número de acidentes causados por falhas mecânicas ou operacionais é um índice preocupante para toda indústria, tendo em vista que estes incidentes aumentam gradativamente a cada ano. Na maioria das vezes, eles poderiam ser evitados com um planejamento de manutenção eficaz.

 

  • Economia de custos

 

A economia de custos com retrabalho e aumento da produtividade dos funcionários são outros fatores que podemos citar, já que se perde menos tempo com a indisponibilidade das máquinas.

 

  • Indicadores de manutenção

 

O PCM é a área que implanta e monitora os KPI’s (Indicadores de Performance da Manutenção), esses indicadores auxiliam na qualidade da manutenção em geral e melhoram o desempenho operacional. O KPI é muito útil por que coleta as causas dos reparos em categorias separadas por ciclo de vida do equipamento, facilitando a identificação de onde concentrar os esforços para elevar a confiabilidade. Existem 4 tipos de indicadores, que são: Confiabilidade da Manutenção, Qualidade e tempo de execução dos serviços, Custo de Manutenção e Previsão de Falhas.

Existem ainda muito mais benefícios de ter uma gestão da manutenção eficiente. E quem utiliza o Sistema Gerencial de Manutenção confirma as vantagens:

“Como mantenedor as vantagens que vejo no sistema, é que o software compartilha o conhecimento de todos e entre todos os funcionários. A manutenção preventiva planejada controlada pelo sistema ajuda a reduzir significativamente a manutenção corretiva e com isso mantém um histórico de tudo aquilo que já ocorreu ao longo do tempo, registrando as ocorrências ou defeitos apresentados pelos ativos. Nos auxilia a organizar as tarefas, manutenções e planejar nossa disponibilidade diária. Com esse sistema conseguimos adquirir a confiança de nossos solicitante de serviços, pois existe a possibilidade da troca de informações durante a execução do trabalho solicitado.”  – Fabiano Tonet.

E na sua empresa ainda não utilizam um Sistema de Manutenção?

Então conheça o SIGMA PDCA – Sistema Gerencial de Manutenção.

Website: http://www.centralsigma.com.br