Deere demite 10% dos funcionários em Horizontina

Segundo a companhia, as demissões são uma resposta às vendas fracas de equipamentos agrícolas na América do Sul

Rio – A fabricante de maquinário agrícola Deere & Co. anunciou nesta quinta-feira,. 2, a demissão de quase 10% dos cerca de 1,8 mil funcionários de sua fábrica em Horizontina, no Rio Grande do Sul.

Segundo a companhia, as demissões são uma resposta às vendas fracas de equipamentos agrícolas na América do Sul e à volatilidade do mercado brasileiro. A unidade de Horizontina, uma das cinco fábricas da Deere no Brasil, produz colheitadeiras e plantadeiras.

Com a forte queda dos preços de açúcar e grãos no Brasil, muitos agricultores estão evitando comprar maquinário novo. Os preços da soja, principal produto agrícola de exportação do País, já caíram quase 30% desde o início do ano.

“Diante deste cenário e apesar de todos os esforços, a John Deere Brasil teve de se ajustar à volatilidade do mercado brasileiro”, disse a companhia em comunicado.

As vendas de equipamentos agrícolas no Brasil respondem por cerca de 10% das vendas anuais da Deere, de acordo com estimativas de analistas. A companhia tem participação de 21% do mercado brasileiro de tratores, em termos de unidades vendidas. Em 2008, essa fatia era de 14%.

Em seu último balanço trimestral, a Deere estimou que as vendas de maquinário agrícola na América do Sul devem cair 15% em 2014 em relação ao ano passado.