CSN entra em processo por ativos da Thyssen nos EUA e Brasil

A companhia também informou que estuda soluções para diferenças com parceiros na Namisa

São Paulo – A siderúrgica CSN confirmou participar de processo para aquisição de ativos siderúrgicos da Thyssenkrupp nos EUA e no Brasil, mas acrescentou não ter feito nenhuma oferta ou contrato vinculantes, de acordo com fato relevante nesta sexta-feira.

“Como parte deste processo, estão em curso tratativas sobre os termos e condições que seriam aplicáveis à potencial operação, as quais não foram concluídas até o momento”, disse o documento.

A companhia também informou que estuda soluções para diferenças com parceiros na Namisa, e, caso as partes não cheguem a termos satisfatórios, essa parceria pode ser dissolvida.

“Estas alternativas incluem, entre outras, a eventual combinação das operações de minério de ferro e atividades correlatas da CSN e da Namisa”, segundo o fato relevante.

“As negociações quanto aos termos e condições que seriam aplicáveis a esta eventual operação não foram concluídas até o momento”, continuou o documento.

Suas parcerias no projeto são a ITOCHU Corporation, Nippon Steel Corporation, JFE Steel Corporation, POSCO, Sumitomo Metal Industries, Kobe Steel, e Nisshin Steel.