CSN decide cancelar dividendos de R$890 mi, após decisão judicial

Segundo a empresa, recursos não distribuídos vão amortizar obrigações de curto prazo, que com o pagamento dos dividendos seriam alongadas

São Paulo – O conselho de administração da Companhia Siderúrgica Nacional (CNS) decidiu cancelar os dividendos declarados no dia 17 de agosto, no valor de 890 milhões de reais, após a justiça bloquear o pagamento previsto para o dia 30 deste mês, disse a siderúrgica em fato relevante na noite de quarta-feira.

A CSN disse que pretende utilizar os recursos não distribuídos para amortizar obrigações de curto prazo, que com o pagamento dos dividendos seriam alongadas.

“A companhia reitera sua confiança na rápida continuidade do alongamento de seu passivo financeiro, por meio do seu programa de desinvestimento em curso e da constante melhora operacional”, disse a empresa em fato relevante.

(Por Raquel Stenzel)