Cruzeiro do Sul cobra milhões do Morgan Stanley na Justiça

Segundo Folha de S. Paulo, credores do banco querem recuperar R$ 113 milhões da instituição americana

São Paulo – O banco Cruzeiro do Sul, liquidado pelo Banco Central (BC)no ano passado, está tentando reaver 113 milhões de reais do Morgan Stanley e já acionou judicialmente o banco americano. As informações são da Folha de S. Paulo, desta quinta-feira.

De acordo com a reportagem, caso seja recuperado, o montante será usado para indenizar credores do Cruzeiro do Sul. O valor cobrado seria resultado da venda de ações preferenciais do banco para fundos de investimentos que pertencem ao Morgan Stanley.

A operação foi fechada pouco antes de o BC decretar a intervenção do Cruzeiro do Sul, mas não foi concluída.

Recentemente foi divulgado que o Cruzeiro do Sul aumentou suas perdas o rombo em 70% no período de um ano, totalizando 3,8 bilhões de reais. Os números são referentes a junho deste ano e foram divulgados no balanço patrimonial da empresa.