Credores da Viver aprovam plano de recuperação judicial

A proposta da companhia teve a aprovação de 80,64% do total de presentes na segunda convocação da assembleia geral de credores

São Paulo – A Viver, primeira incorporadora de capital aberto a pedir recuperação judicial no País, conseguiu aprovar nesta quarta-feira, 29, o seu plano de reestruturação das dívidas.

A proposta da companhia teve a aprovação de 80,64% do total de presentes na segunda convocação da assembleia geral de credores.

Houve 100% de aceitação entre os credores da classe 1 (trabalhistas) e da classe 4 (micro e pequenas empresas), além de 80,51% de apoio da classe 3 (credores sem garantia real, como instituições financeiras). O processo não envolvia passivos da classe 2 (dívidas com garantia real).