Credit Suisse quer parte da carteira do BTG, diz fonte

O Credit Suisse negocia comprar uma parte da carteira de crédito de R$ 22 bilhões do BTG, segundo uma pessoa com conhecimento direto do assunto

O Credit Suisse negocia comprar uma parte da carteira de crédito de R$ 22 bilhões do BTG, segundo uma pessoa com conhecimento direto do assunto.

Nenhum negócio foi fechado até o momento e o acordo pode não ser alcançado, disse a pessoa, que pediu anonimato porque as discussões são privadas. O BTG e o Credit Suisse não quiseram comentar.

O BTG tem negociado sua carteira de empréstimos desde a prisão do fundador e ex-presidente André Esteves, em 25/novembro, como parte das investigações da Operação Lava Jato. A carteira do banco era de R$ 43 bilhões no final do terceiro trimestre de 2015, metade dos quais são garantias que não podem ser vendidas, segundo outra pessoa. O Bradesco adquiriu carteira de empréstimos de R$ 1,2 bilhões do BTG no início deste mês.

O BTG vendeu fatia de 1,92% no banco italiano Monte Dei Paschi di Siena, disse uma outra pessoa. A fatia valeria cerca de 69 milhões de euros na terça-feira. Na segunda, a BR Properties disse que o BTG Pactual possui 18,83% das ONs após alienar ações.