CPFL Renováveis vai investir R$ 1,6 bi nos projetos em 2012

Em abril de 2012, a CPFL Renováveis ainda pretende colocar em operação a usina da Pedra, que vai gerar energia por meio da cana-de-açúcar

São Paulo – A CPFL Renováveis, subsidiária do grupo CPFL, investirá 1,6 bilhão de reais em seus projetos em 2012, em linha com o divulgado à época da criação da companhia, no mesmo ano em que colocará em operação o complexo eólico Santa Clara (188 MW), no Rio Grande do Norte.

“Estamos com o cronograma exatamente em dia”, disse à Reuters o presidente da empresa, Miguel Saad, sobre o projeto eólico que, segundo ele, entra em operação em julho.

Em abril de 2012, a CPFL Renováveis ainda pretende colocar em operação a usina da Pedra, que vai gerar energia por meio da cana-de-açúcar, com 70 MW de potência, localizada em Serrana (SP).

Saad, que em meados de 2011 disse que acreditava no retorno da competitividade das pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) ainda não consegue vislumbrar este cenário no curto prazo e, para o próximo leilão de energia nova A-3, de 22 de março, cadastrou apenas eólicas, no Ceará, no total de 400 MW. Os empreendimentos ainda tem que passar pela fase de habilitação.

“Acho difícil, neste ano, ter alguma coisa (que mude a situação das PChs)… No curto prazo, nos próximo seis meses, eu desconheço alguma coisa sendo feita para isso”, disse.

A companhia tem mais dois projetos de PCHs em portfólio que, segundo Saad, teriam condições de serem desenvolvidos em 2013. “Mas vai depender da licença ambiental e do preço”, disse.

A CPFL Renováveis foi criada em 2011, constituída pelos ativos do setor de renováveis da CPFL e da Ersa, totalizando um portfólio que, à época, somava 4.454 MW, considerando empreendimentos em operação, construção e em preparação ou desenvolvimento.

http://d1nfmblh2wz0fd.cloudfront.net/items/loaders/loader_1063.js?aoi=1311798366&pid=1063&zoneid=14729&cid=&rid=&ccid=&ip=