Copel encerra setembro com 6,8% de expansão no mercado cativo

Bom desempenho da economia estimulou o consumo em todas as classes de consumidores

São Paulo – A Companhia Paranaense de Energia (Copel) divulgou, nesta terça-feira (26/10), números de seu desempenho acumulado de janeiro a setembro. O mercado cativo de energia da distribuidora cresceu 6,8% sobre o mesmo período do ano passado e atingiu 15.81 gigawatts/hora (GWh).

Segundo comunicado à Bovespa, a expansão da demanda foi registrada em todos os tipos de clientes. O consumo da indústria, que representou 33,3% do mercado cativo da Copel, avançou 8,3%, para 5.320 GWh.

O segundo maior tipo de cliente da Copel são os consumidores residenciais, cuja demanda cresceu 5,4% no período, para 4.446 GWh. O montante correspondeu a 27,8% do mercado cativo da empresa.

Já o comércio, terceiro maior consumidor, encerrou setembro com alta acumulada de 8%, totalizando 3.346 GWh. As propriedades rurais absorveram 1.336 GWh nos nove primeiros meses do ano, o equivalente a uma alta de 6,2%. Por último, os outros tipos de consumidores (poder público, iluminação de vias, consumo próprio, etc) consumiram 1.533 GWh – um acréscimo de 3,7%.

Segundo a Copel, o consumo de todas as categorias aumentou devido tanto à ampliação da base de clientes, quanto ao bom momento da economia, que incentivou a demanda.

O chamado mercado fio da Copel, composto pelo mercado cativo, pelo abastecimento a concessionárias do Paraná e pelos consumidores livres, cresceu 7% entre janeiro e setembro.