Conheça o consórcio que ganhou a concessão do aeroporto de Brasília

Consórcio Inframérica é composto pela Infravix e pela argentina Corporação América

São Paulo – Com um ágio de 673,39% sobre o valor inicial, o Consórcio Inframérica apresentou a proposta vencedora no leilão de concessão do aeroporto de Brasília, realizado hoje. O lance apresentado foi de 4,5 bilhões de reais e as empresas poderão administrar o aeroporto pelos próximos 25 anos. O consórcio é composto pela Infravix Participações (50%) e pela argentina Corporação América (50%). 

O Consórcio Inframérica já tem a concessão do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte. O contrato de concessão foi assinado em novembro do ano passado. A pretensão do governo local é que o aeroporto de São Gonçalo do Amarante seja um dos maiores da América Latina e grande responsável pela movimentação de cargas e passageiros do Rio Grande do Norte.

Infravix

A Infravix é o braço do grupo Engevix dedicado a obras de infraestrutura e de grande porte. A Engevix já participou de projetos de reformas de cerca de 15 aeroportos no Brasil, dentre eles o Galeão, no Rio de Janeiro, Confins, em Belo Horizonte, Congonhas, em São Paulo e o próprio aeroporto de Brasília.

A Engevix foi fundada em 1965 e desenvolve atividades de prestadora de serviços em diversos setores da economia, como energia, óleo e gás, químico e petroquímico, indústrias de base e infraestrutura. Em 2010, a empresa registrou um volume de pedidos em carteira de 3 bilhões de reais. A empresa atua também em Angola, no México e no Peru.

Corporação América

A Corporação América é uma holding argentina que atua em aeroportos, infraestrutura e energia, além de outros setores. A Corporação América atua em aeroportos da Argentina, Uruguai, Equador, Peru, Armênia e Itália. A empresa possui 89% da Aeropuertos Argentina 2000 – que opera um sistema aeroportuário que administra 90% do tráfego de passageiros da Argentina.