Compra da Flammarion pela Gallimard é autorizada na França

A operação custa cerca de 185 milhões de euros.

Paris – A Autoridade Francesa de Concorrência autorizou nesta quinta-feira sem condições a compra da editora Flammarion por parte da Gallimard, ao considerar que a operação não levanta nenhum problema a respeito.

No fim de junho, Gallimard convenceu o proprietário italiano da Flammarion, RCS Mediagroup, para que lhe cedesse sua filial francesa por um preço de cerca de 185 milhões de euros.

A Autoridade da Concorrência indicou em um comunicado que a nova entidade seguirá enfrentando a concorrência de várias editoras “com posições equivalentes ou superiores à sua, e, em particular, a dos dois principais grupos de edição da França, Hachette e Editis”.

Com a operação, a Gallimard formará o terceiro grupo editorial da França, atrás da Hachette Livre (do grupo francês Lagardère) e da Editis (do grupo espanhol Planeta).

Com um volume de vendas de 253 milhões de euros em 2011, a Gallimard publica 1.500 novidades a cada ano e conta com cerca de 1.000 funcionários. O grupo também está presente no Canadá, na Bélgica e na Suíça.