Coelba nega ter oferecido mil empregos a espanhóis

Rio de Janeiro – A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) negou hoje ter oferecido mil empregos a eletricistas da cidade de Castellón, no oeste da Espanha.

“A Coelba informa que não existe nenhum compromisso firmado com o grupo e nenhum documento formal assinado pelo presidente da empresa para oferta de postos de trabalho na Bahia”, afirmou a companhia em comunicado.

A associação provincial de instalações elétricas e atividades similares de Castellón informou na sexta-feira que o presidente da Coelba, Moisés Sales Filho, havia oferecido as oportunidades “por meio de um documento formal” ao presidente da associação, Juan Manuel Suárez.

A Coelba ressaltou hoje que entrou em contato com representantes da associação de eletricistas de Castellón e da comunidade autônoma de Valência interessados em investimentos no Brasil, especialmente em obras de infraestrutura elétrica, mas que não há nenhum acordo relativo a trabalho.