Como quatro das maiores empresas brasileiras comemoram o fim de ano

De reunião com a família até apresentação de resultados, saiba qual é a celebração de cada companhia

São Paulo – Além do 13° salário e de cestas de natal, algumas empresas costumam oferecer festas de confraternização para seus funcionários. O evento funciona como uma forma de reconhecimento coletivo, segundo Gilberto Cavicchioli, do núcleo de desenvolvimento de pessoas da ESPM.

“É uma forma de se orgulhar da empresa”, disse o professor. Um dos cuidados que a empresa pode tomar é na premiação de equipes que se destacaram. Caso os presentes sejam muito diferentes, as pessoas podem ficar ressentidas. 

As festas também funcionam como uma possibilidade de networking. “Às vezes, é numa festa dessas que o funcionário tem contato com um diretor, por exemplo”, disse o professor. No entanto, Cavicchioli alertou que as comemorações de final de ano nunca devem ser usadas para “puxões de orelha”. “É para mostrar estratégias futuras, crescimento da empresa, é um momento de festa”, afirmou. 

Veja como quatro das maiores empresas brasileiras comemoram o final de ano:

Itaú Unibanco

A festa do Itaú Unibanco é bem voltada para a família dos funcionários. O banco vai organizar eventos em oito pólos administrativos em São Paulo e no Rio de Janeiro nesse sábado, para os funcionários e suas famílias. Estão cadastradas cerca de 11.000 pessoas, dividas em dois turnos. No evento há brincadeiras para as crianças, apresentação de coral, lanches, pontos para doação de brinquedos e espaço para fotos com Papai Noel e neve artificial.

Petrobras

Na Petrobras, fim de ano é tempo de engajar os funcionários na geração de resultados. Todas as unidades da empresa fazem o “Evento Anual com Foco em Resultados”. São feitas apresentações dos principais processos e projetos desenvolvidos durante o ano nas unidades e seus impactos para os negócios da Petrobras. Parte das unidades da Petrobras promovem também uma cerimônia de premiação dos processos e projetos destacados – assim como é feito o reconhecimento individual de pessoas e equipes.


Além da apresentação dos resultados, fica a cargo de cada unidade promover atividades que visem à integração dos participantes. A empresa recomenda que não sejam feitos gastos com atrações, espetáculos e shows de grande porte e não ocorra a distribuição ou sorteio de material promocional. O evento deve ser realizado preferencialmente nas dependências da Petrobras ou em algum espaço dentro do município onde a unidade exerça suas atividades.

Grupo Pão de Açúcar

Na última terça-feira, o Grupo Pão de Açúcar fez a Reunião Anual 2011, no Credicard Hall, em São Paulo, durante a tarde e o começo da noite. O tema da reunião desse ano foi a Brasilidade. O evento reuniu todos os líderes do grupo e 4.000 colaboradores. Todas as bandeiras do GPA (Extra, Pão de Açúcar, Casas Bahia, Nova Pontocom, Assai e Ponto Frio) participam da festa. O evento foi apresentado pelos atores Marcio Garcia e Juliana Paes e contou com a apresentação dos Doutores da Alegria e da dupla Fernando e Sorocaba. Os colaboradores também puderam fazer perguntas a todos os diretores, vice-presidentes, ao presidente Enéas Pestana e ao presidente do Conselho de Administração do Pão de Açúcar, Abilio Diniz. 

Vale

A Vale realiza confraternizações de fim de ano em sete estados brasileiros e em mais dez países. Só no Brasil são 59 festas que mobilizam mais de 145.000 convidados, entre empregados e parentes. A primeira festa foi realizada em 23 de novembro, em Itabira (MG), e a última será na China, em fevereiro, data do Ano Novo local.

Todas as confraternizações no Brasil seguem o mesmo conceito: “Histórias de nossa história”. O objetivo é promover a proximidade entre a Vale, os empregados e suas famílias. A decoração das festas é feita com fotos e vídeos enviados por empregados. São montados painéis onde os convidados podem tirar fotos com seus parentes. As imagens são exibidas em telões espalhados pelo local. As atrações musicais são DJs ou artistas locais.

No Rio de Janeiro, a festa foi realizada no dia 14 de dezembro, com shows de Arlindo Cruz e Lenine. Na festa de fim de ano, eles cantaram uma música em homenagem à empresa, composta junto com Sandra de Sá, Zélia Duncan e João Carlos Coutinho.