Começa produção da primeira fábrica da Jaguar na China

A fábrica terá uma capacidade de produção de 130 mil unidades ao ano

Xangai – A fabricante automobilística Jaguar Land Rover, filial do grupo indiano Tata Motors, acaba de iniciar a produção em sua primeira fábrica instalada na China, na cidade de Changshu, fruto da empresa mista criada em 2012 com a produtora estatal Chery.

A agência oficial de notícias “Xinhua” anunciou nesta quarta-feira que a fábrica, localizada em uma cidade portuária da província oriental chinesa de Jiangsu, nas margens do rio Yang Tsé e cerca de 90 quilômetros de Xangai, onde fica o maior porto mercante do planeta, terá uma capacidade de produção de 130 mil unidades ao ano.

Ali a empresa mista planeja fabricar 34 mil Land Rover Evoque ao ano, e outros 43 mil Land Rover Freelander 2, 30 mil carros de passeio da marca Jaguar e outros 23 mil carros ao ano de modelos que serão desenvolvidos pela própria entidade, ou seja, em aliança com Chery.

Segundo o vice-presidente da empresa mista, Zhu Gaohua, a expectativa é que 10 novos modelos sejam desenvolvidos conjuntamente nos próximos cinco anos, e para isso foi criado um centro de pesquisa e desenvolvimento próprio, que também começou a funcionar na unidade.

Foram investidos para a abertura da nova fábrica 10,9 bilhões de iuanes (US$ 1,78 bilhões), entre eles em maquinário, já que em algumas partes, como no setor de soldagem, 85% do trabalho será realizado por 306 robôs, precisou Zhu.

A empresa britânica e a Chery criaram em março de 2012 uma empresa mista (fórmula para que os fabricantes estrangeiros produzam na China, já que não podem fazê-lo com investimento unicamente internacional), controlada meio a meio pelas partes.

Os britânicos explicaram então que acreditavam que esta aliança ajudará a impulsionar sua imagem na China e a concorrer ali com marcas de alto padrão mais bem posicionadas, como Mercedes-Benz e Audi, para conseguir uma fatia maior mais rapidamente do crescente mercado dos automóveis de luxo no gigante asiático.

Para a Chery o acordo foi uma oportunidade para impulsionar sua própria marca na China e no exterior, daí o desenvolvimento de veículos próprios da entidade mista, que também produzirá motores.

A Chery, fundada em 1997, é um dos principais exportadores chineses, com presença em mais de 60 países.

A Jaguar Land Rover foi comprada em 2008 pelo grupo indiano Tata Motors, e parte de sua estratégia atual passa por aumentar rapidamente suas vendas no mercado chinês para compensar a queda das vendas no resto do mundo. EFE