Com apoio privado, Museu do Ipiranga recebe R$ 12 mi para restauração

Investimento foi feito pela EDP Brasil, braço da gigante portuguesa do setor elétrico. Museu está fechado desde 2013

O Museu Paulista, mais conhecido como Museu do Ipiranga, acabou de ganhar um impulso financeiro para reabrir suas portas. Fechada desde 2013, a instituição científica, cultural, educacional e histórica receberá até o final deste ano um investimento de 12 milhões de reais em sua restauração.

O aporte será feito pela EDP Brasil, braço da gigante portuguesa do setor elétrico. A colaboração foi confirmada por João Dória, atual governador do estado de São Paulo, por meio da rede social Twitter. O acordo teria sido fechado no Fórum Econômico Mundial, realizado em Davos (Suíça) entre os dias 22 e 25 de janeiro.

A companhia já havia anunciado um investimento de outros 20 milhões de reais até o fim deste ano na reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, atingido por um incêndio em dezembro de 2015.

O investimento do Museu do Ipiranga entrou para a Lei de Incentivo à Cultura, conhecida popularmente como Lei Rouanet. Isso significa que parte ou todo o valor investido poderá ser deduzido do Imposto de Renda devido pela gigante de energia.

Histórico

Aberto ao público em 1895, o Museu do Ipiranga tem um acervo de mais de 450 mil peças, como documentos iconográficos e textuais, peças e pinturas que vão do século XVII ao XX. O próprio prédio, de arquitetura neoclássica, é um significativo registro histórico para a compreensão da sociedade brasileira. Uma das obras mais conhecidas do museu é o quadro Independência ou Morte, pintado em 1888 pelo artista Pedro Américo para simbolizar a proclamação da Independência do Brasil, realizada em 1822.

Em 1963, o Museu do Ipiranga se integrou à Universidade de São Paulo (USP). A instituição teve de fechar as portas em 2013, por conta de problemas detectados em sua estrutura, como rachaduras, umidade e paredes de madeira se desmanchando. O espaço recebia uma média de 350 mil visitantes anuais, de acordo com comunicado da EDP Brasil.

No ano passado, a empresa de tecnologia Google trouxe a instituição para o mundo online por meio de uma parceria com o Google Art Institute, que faz a captação das imagens e monta uma exposição virtual. O Museu do Ipiranga também terá seu acervo na plataforma colaborativa da Wikipedia, dentro dos princípios wikicommons de compartilhamento livre. A expectativa é que o espaço reabra em 2022, no Bicentenário da Independência do Brasil.