CNN demite editora em Londres por plágio

"A CNN descobriu vários casos de plágio por parte de Marie-Louise Gumuchian, uma ex-editora da CNN", declarou a rede em um comunicado publicado em seu site

A rede americana CNN informou nesta sexta-feira em um comunicado que demitiu uma editora baseada em Londres, alegando dezenas de provas de plágio em suas coberturas.

“A CNN descobriu vários casos de plágio por parte de Marie-Louise Gumuchian, uma ex-editora da CNN”, declarou a rede em um comunicado publicado em seu site.

Gumuchian “escreveu com frequência sobre notícias internacionais, redigindo e informando sobre África, Europa e Oriente Médio a partir de nosso escritório em Londres”, disse.

A CNN comentou que descobriu um problema na semana passada enquanto editava uma notícia, o que a “levou a realizar uma investigação interna que revelou outros exemplos em cerca de 50 notícias, e nossa investigação segue em andamento”.

O comunicado informou que a rede demitiu Gumuchian e que tirou algumas partes de artigos e inclusive artigos inteiros que havia escrito.

“A confiança, a integridade e o simples crédito quando corresponde estão entre os princípios do jornalismo que valorizamos profundamente e lamentamos ter publicado material que não respeitou estes padrões essenciais”, acrescentou o texto.

“Também consideramos importante informar o público quando resolvemos situações que possam afetar esta confiança”, declarou a rede.