Citigroup tem lucro acima do esperado, mas receita decepciona

A receita da instituição subiu cerca de 2%, para 18,47 bilhões de dólares, ligeiramente abaixo da expectativa média de 18,51 bilhões

O Citigroup teve lucro trimestral acima do esperado por Wall Street, apoiado na divisão de banco de varejo, mas a receita ficou aquém das expectativas, pressionadas por menos operações de emissão de dívida.

O terceiro maior banco dos Estados Unidos em ativos, como seus pares, foi beneficiado por uma redução no imposto de renda e expansão da economia dos EUA, que tem impulsionado a demanda por financiamentos.

Os empréstimos totais do banco subiram 5 por cento no segundo trimestre. O rival maior JPMorgan Chase divulgou mais cedo aumento de 7 por cento em média na carteira de crédito.

No geral, a receita da instituição subiu cerca de 2 por cento, para 18,47 bilhões de dólares, ligeiramente abaixo da expectativa média de 18,51 bilhões.

A receita com emissões de dívida caiu 20 por cento, na sequência do aumento da taxa de juros dos EUA.

O Citigroup teve lucro líquido 16 por cento maior, a 4,49 bilhões de dólares no segundo trimestre, impulsionado por alta de 14 por cento no resultado da área de banco de varejo. O lucro por ação subiu de 1,28 para 1,63 dólar, acima da média de estimativas de analistas, de 1,56 dólar por papel, segundo dados da Thomson Reuters I/B/E/S.