Citigroup corta 4,5 mil empregos e assume encargo de US$ 400 mi

As demissões representam cerca de 2% do quadro de funcionários do Citi

Nova York – O Citigroup está cortando 4,5 mil postos de trabalho no mundo, afirmou o presidente-executivo da instituição, Vikram Pandit, no final da terça-feira.

Pandit, durante a Goldman Sachs Financial Services Conference, disse que o banco terá gastos de 400 milhões de dólares no quarto trimestre por causa de indenizações e outras despesas relacionadas aos cortes.

As demissões representam cerca de 2 por cento do quadro de funcionários do Citi, de 267 mil pessoas no fim do terceiro trimestre de 2011.

O presidente-executivo afirmou que os cortes serão concluídos ao longo “dos próximos trimestres” e acontecerão em uma série de segmentos do grupo.

O Citi se junta a outros bancos mundiais nos cortes de postos de trabalho, mais de 120 mil, uma vez que reguladores impuseram normas mais rígidas de capitais e a economia continua fraca.

Segundo Pandit, os cortes envolverão as unidades próprias de trading, que estão sendo reduzidas.