Chinalco e MMG têm interesse em ativos da Glencore

Companhias estão considerando ofertas em minas de cobre avaliadas em cerca de 5 bilhões de dólares

Hong Kong – Duas companhias ligadas a grupos estatais chineses estão considerando ofertas pelas minas de cobre da Glencore Xtrata no Peru avaliadas em cerca de 5 bilhões de dólares, afirmaram pessoas próximas do assunto à Reuters.

Uma oferta bem sucedida seja pela Chinalco Mining Corp International ou pela MMG, listada em Hong Kong, pode significar que os ativos peruanos poderão acabar nas mãos de um comprador vinculado à China, o mesmo país que forçou a venda dos ativos.

A Glencore concordou em vender o projeto Las Bambas nas províncias peruanas de Cotabambas e Grau como parte de um entendimento com o ministério de defesa da concorrência da China.

Para assegurar a aceitação de Pequim à compra da Xstrata pela Glencore por 35 bilhões de dólares, a Glencore ofereceu a venda do projeto e concordou em permitir que o ministério chinês aprove o comprador.