Chefe da Pirelli negocia com novos investidores

Marco Tronchetti Provera está se aliando a novos investidores após se desentender com o acionista Malacalza Investimenti, que está negociando saída do negócio

Milão – O chefe da Pirelli está se aliando a novos investidores para manter o controle sobre a fabricante de pneus italiana, depois de se desentender com o acionista Malacalza Investimenti, que por sua vez está negociando uma saída do negócio.

O anúncio feito pelo presidente do Conselho da Pirelli, Marco Tronchetti Provera, marca um ponto de virada depois de longas disputas públicas entre ele e Malacalza, os dois maiores investidores da Camfin, o veículo de investimentos que controla a fabricante de pneus italiana.

Tronchetti controla a quinta maior fabricante de pneus do mundo através de participações em um conjunto de holdings em cascata, permitindo-lhe manter influência sobre a Pirelli com um investimento pequeno de ativos.

A Malacalza Investimenti, um veículo que pertence a uma família de magnatas do comércio de aço baseada em Gênova, comprou 12,1 por cento da Camfin, em 2009, como um investimento industrial. Mas a família se desentendeu com Tronchetti no ano passado sobre como pagar a pesada dívida da Camfin.

O Fundo de private equity Clessidra e os bancos UniCredit e Intesa Sanpaolo estão em negociações com Tronchetti para fazer um investimento na Camfin, que levará a uma “reestruturação da estrutura de controle do grupo”, informou a principal holding de Tronchetti, a MTP, em um comunicado na terça-feira.

Estes investimentos viriam após qualquer conclusão da parceria estratégica entre Tronchetti e a Malacalza Investimenti, disse o comunicado, acrescentando que mais detalhes viriam depois.