CEO da PepsiCo deixa o cargo após 12 anos

A indiana Indra Nooyi foi a primeira mulher a comandar a companhia; em seu lugar ficará Ramon Laguarta que tem 22 anos de casa.

São Paulo – Uma das poucas mulheres a comandar uma empresa de grande porte, a indiana Indra Nooyi, de 62 anos, deixará o cargo de CEO da PepsiCo após doze anos à frente da companhia. A saída está prevista para ocorrer em outubro. A executiva será substituída por Ramon Laguarta, 54, atual presidente da empresa.

Com 24 anos de casa, Nooyi foi a primeira mulher a assumir o comando da PepsiCo, assim como foi também a primeira CEO nascida fora dos Estados Unidos. A companhia tem uma receita da ordem dos 63 bilhões de dólares. A saída ocorre num momento em que o consumo de refrigerantes vem caindo no mundo todo.

O executivo que substituirá Nooyi também tem uma longa história na empresa. Laguarta está há 22 anos na companhia e comandou a divisão de Europa e África Subsaariana antes de se tornar presidente da PepsiCo.

Em entrevista, Nooyi afirmou que deve tirar férias após sua saída da empresa e depois pretende se dedicar à formação de mulheres para que elas ocupem mais cargos de liderança nas companhias. “Pessoas como eu, depois que deixam seus cargos, precisam continuar lutando para desenvolver mulheres, mentorá-las, apoiá-las, para que tenhamos mais mulheres altamente qualificadas – e há muitas delas – na cúpula das empresas e nos cargos de CEO”, disse.

Veja também