Cemig quer parceria com Gazprom, BG ou americanas

Companhia está procurando parceiros com grande experiência na exploração de gás de xisto

Rio de Janeiro – A Cia. Energética de Minas Gerais, maior elétrica brasileira por valor de mercado, está procurando parceiros com grande experiência na exploração de gás de xisto, como as americanas, a Gazprom OAO, da Rússia, e BG Group PLC, disse o diretor financeiro da companhia, Luiz Fernando Rolla.

“Temos parceiros bastante significativos aí para fazer bons negócios”, disse Rolla em entrevista no Rio de Janeiro, após citar essas empresas. “O que estamos buscando são outros players, principalmente empresas que já tenham grandes experiências com o gás de xisto, que é a alternativa que temos lá disponível.”

A empresa quer aumentar as vendas de sua unidade de gás de 1,1 milhão de metros cúbicos neste ano para 3 milhões de metros cúbicos até 2016.

“O gás parece ser um vetor de crescimento bem interessante para a Cemig nos próximos cinco anos e nós devemos buscar oportunidades aí não só de obtenção de gás, mas também talvez de consolidação das empresas distribuidoras de gás”, disse.

Ampliar a produção de gás é parte da estratégia da Cemig para se tornar a segunda maior empresa de energia do País, atrás apenas da Petróleo Brasileiro SA, até 2017. A Cemig precisa de um sócio estratégico para explorar o gás de xisto na região do rio São Francisco porque não tem “nenhuma especialização na perfuração de poços”, de acordo com Rolla.

A Gazprom é a empresa estatal de gás natural da Rússia e a BG é a terceira maior produtora de gás natural do Reino Unido.