Cemig adia para 2019 plano de venda de fatia na Belo Monte

O negócio faz parte de um plano de vendas de ativos maior, de 6,564 bilhões de reais, voltado à redução de dívidas e anunciado em meados do ano passado

São Paulo – A elétrica mineira Cemig adiou para 2019 o plano de venda de sua fatia na hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, conforme apresentação publicada no site da companhia.

O negócio faz parte de um plano de vendas de ativos maior, de 6,564 bilhões de reais, voltado à redução de dívidas e anunciado em meados do ano passado.

Na mesma apresentação, a Cemig afirmou que retomou negociações com potencial comprador de participação da empresa na usina de Santo Antônio e que uma proposta pela fatia da Renova Energia na Brasil PCH não envolve previsão de desembolso.