CCXP de SP bate recorde de público e se consolida como a maior do mundo

Evento deste ano bateu recorde de público, com 280 mil fãs do mundo nerd presentes. Veja alguns números que mostram o potencial do nicho para os negócios:

São Paulo — Os quatro dias da CCXP 2019 (Comic Con Experience) foram recheados de atrações e painéis. O evento, que foi do dia 5 a 8 de dezembro, reafirmou a importância do Brasil para a indústria audiovisual — e não é para menos: 280 mil fãs foram imersos na cultura nerd, batendo o recorde anterior de 262 mil pessoas em 2018.

Isso consolida a versão de São Paulo como o maior evento de cultura pop do mundo — ao menos em público.

Não, você não leu errado: o público brasileiro é maior até que o da original Comic Con de San Diego, que juntou 135 mil pessoas neste ano.

Os estúdios aproveitaram a quantidade de fãs para divulgar, com exclusividade, trailers e cenas inéditas. A Warner Bros, por exemplo, fechou a noite com a primeira transmissão ao vivo mundial do trailer do filme “Mulher Maravilha 1984”, a Netflix liberou a data da tão aguardada estreia da quarta temporada de La Casa de Papel, a Amazon Prime Video anunciou novas produções brasileiras e Kevin Feige, da Marvel, definiu o evento como “a maior Comic Con do mundo.”

Estimativas dos organizadores do evento apontam que o evento tenha injetado cerca de 265 milhões de reais na economia da cidade e gerado 11 mil empregos diretos e indiretos.

E a data para o próximo já foi confirmada: de 3 a 6 de dezembro de 2020.

Confira, em números, como foi a CCXP deste ano:

Público

CCXP: em 2018, 262 mil participaram do evento

CCXP: em 2018, 262 mil participaram do evento (CCXP/Divulgação)

A primeira CCXP em São Paulo aconteceu em 2014 e atraiu 97 mil pessoas. No ano seguinte, o público cresceu 46% e ficou em 142 mil visitantes. Em 2016, um novo salto de 40% levou público da conferência para 196 mil pessoas, se tornando a terceira maior do mundo. Em 2018, foram 262 mil.

Agora em 2019, o público bateu um novo recorde: 280 mil pessoas estiveram presentes no evento.

Convidados

Gal Gador; Mulher-Maravilha Gal Gadot: a Mulher-Maravilha subiu ao palco ao lado de Patty Jenkins, diretora dos filmes da heroína, e de cosplays da personagem

Gal Gadot: a Mulher-Maravilha subiu ao palco ao lado de Patty Jenkins, diretora dos filmes da heroína, e de cosplays da personagem (CCXP/Divulgação)

A Mulher-Maravilha Gal Gadot, a diretora Patty Jenkins, o Super-Homem Henry Cavill, o líder da Marvel Kevin Feige, atores de La Casa de Papel e o elenco em peso do filme “Aves de Rapina”: estes foram alguns dos convidados da CCXP 2019.

 

Ao todo, 15 estúdios e plataformas de streaming construíram estandes interativos, como a Amazon Prime Video, a HBO, o Telecine, a Netflix e a Warner Bros.

Espaço

CCXP: evento ficou lotado nos quatro dias

CCXP: evento ficou lotado nos quatro dias (CCXP/Divulgação)

Neste ano, o evento aconteceu de novo no São Paulo Expo, espaço de 115 mil m².

35 lojas especializadas em produtos geek e 55 marcas venderam seus produtos no local, com um faturamento estimado de 52 milhões de reais.

Perfil e renda

Público: mulheres representaram 49%

Público: mulheres representaram 49% (CCXP/Divulgação)

Das 280 mil pessoas que passaram por lá neste ano, 51% eram homens e 49% mulheres. Em relação à idade, 66% dos visitantes tinham entre 15 e 34 anos. Em média, quem passou por lá gastou 325 reais.

Os paulistas representam 72% do público, seguidos por cariocas, mineiros e paranaenses. Ah, e 70% de quem mora no estado de São Paulo não são da capital.