Casino pede reunião urgente com Abílio Diniz

Grupo francês afirma que negociações do empresário com o Carrefour foram uma "agressão"

São Paulo – O grupo francês Casino divulgou uma nota nesta terça-feira (28/6) pedindo que Abílio Diniz convoque imediatamente uma reunião do Conselho de Administração da controladora Wilkes – empresa que controla o Pão de Açúcar, na qual o Casino também participa — para discutir a proposta de fusão com o Carrefour.

O pedido do Casino, assinado por seu presidente, o francês Jean-Charles Naouri, tem como objetivo evitar que qualquer informação sobre os desdobramentos da negociação vazem antes de alguma decisão das partes.

“Lamentamos profundamente que, como se tornou público e foi confirmado com a proposta, o Sr. Abilio dos Santos Diniz, que já alienou e recebeu pelo controle da companhia em 2005, tenha iniciado e dado curso a negociações secretas e ilegais com terceiro concorrente da companhia e seus agentes, sem sequer informar ao maior acionista individual da companhia (o Casino), e negando publicamente a existência de negociações relevantes”, disse Jean-Charles Naouri, em nota. O grupo francês tem 37% do capital do Pão de Açúcar.

“Salientamos que, diante de uma agressão dessa grandeza, não hesitaremos em continuar adotando todas medidas cabíveis para a preservação dos interesses da companhia e de todos os seus acionistas, e do estado de direito e do respeito à propriedade que caracterizam o Brasil.”