Carrefour mantém projeto de IPO no Brasil

"O mercado está ruim e não acreditamos que haverá uma janela em 2016. Portanto, estamos aproveitando o momento para melhorar a operação", disse Desmartis

São Paulo – O Carrefour Brasil mantém seu projeto de abertura de capital na Bolsa brasileira, mas na avaliação do CEO da companhia no País, Charles Desmartis, não deve haver uma janela de mercado em 2016. O executivo participou nesta quinta-feira de um encontro com jornalistas.

“O mercado está ruim e não acreditamos que haverá uma janela em 2016. Portanto, estamos aproveitando o momento para melhorar a operação”, disse Desmartis.

“Com as incertezas na economia e na política, nossa visão é de que esse (IPO) não vai ser um projeto para 2016, mas ainda é um projeto nosso”, completou.

Durante o evento, o executivo foi questionado sobre se a companhia ainda mantinha os planos de IPO no Brasil, uma vez que houve captação de recursos com a aquisição de uma parcela minoritária de ações da operação brasileira pelo empresário Abilio Diniz.

Desmartis reafirmou os planos e declarou ainda que a relação da administração com a equipe de Abilio “tem funcionado muito bem”.

A Península, holding de investimentos de Diniz, possui dois assentos no Conselho de Administração da subsidiária brasileira do Carrefour e participa de um grupo de trabalho em que são discutidas as operações e apresentados planos da companhia no País.