Cargill promove mudança interna e corta 125 empregos

Empresa também fez mudanças estruturais internas para facilitar o crescimento destes setores no longo prazo

Londres – A Cargill cortou 125 vagas das mesas de operações globais de energia, transporte e metais, assim como fez algumas mudanças estruturais internas para facilitar o crescimento destes setores no longo prazo, anunciou hoje uma porta-voz do grupo norte-americano.

“Nós podemos confirmar que, como resultado das mudanças estruturais internas, houve algumas mudanças de pessoal, que afetarão aproximadamente 125 empregados em nossas operações de energia, transporte e metais no mundo inteiro”, declarou a Cargill.

Por questão de privacidade, a companhia informou que não divulgará os nomes das pessoas envolvidas nas mudanças. “Depois de uma revisão das nossas operações de energia, transporte e metais, fizemos algumas mudanças estruturais internas para facilitar nosso crescimento de longo prazo nestes setores”, comunicou a porta-voz.

Na semana passada, a Cargill revelou que demitiria cerca de 2 mil pessoas no mundo todo dentro de seis meses. A empresa dispõe de uma força de trabalho de quase 138 mil empregados. As informações são da Dow Jones.