Cade aprova venda da Uniasselvi, da Kroton, para a Treviso

O negócio foi fechado em R$ 1,105 bilhão

Brasília – O Conselho Administrativo de Defesa Econômica aprovou a venda da catarinense Uniasselvi, do grupo educacional Kroton, para a Treviso Empreendimentos e Participações, controlada pelos fundos TCG, BRL Trust e Vinci Capital Gestora de Recursos.

A aprovação do negócio, anunciado em outubro por até R$ 1,105 bilhão, está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 13.

A operação engloba a venda da totalidade das participações societárias detidas pela Kroton nas empresas que formam a Uniasselvi: Sociedade Educacional Leonardo da Vinci, Sociedade Educacional do Vale do Itajaí Mirim Ltda, Instituto Educacional do Alto Vale do Itajaí, Sociedade Educacional do Vale do Itapocu, Sociedade Educacional do Planalto Serrano, Fair Educacional e FAC Educacional.

De acordo como Grupo Kroton, a operação se dá para o cumprimento de Acordo de Controle de Concentração firmado com o Cade em 14 de maio do ano passado na ocasião da fusão entre a Kroton e a Anhanguera.

Ainda conforme a Kroton, ao final do segundo trimestre de 2015, a Uniasselvi tinha sete unidades presenciais e 48 polos de Educação a Distância (EAD), com um total de 97,4 mil alunos de ensino superior, sendo 12,8 mil em graduação presencial e 800 mil em pós-graduação presencial; e 500 alunos em média do Pronatec.

Em 2014, a Uniasselvi teve uma receita líquida de R$ 289 milhões, com resultado operacional de R$ 13,2 milhões.