Cade aprova saída do Grupo WTorre do JK Iguatemi

As compradoras são as empresas Iguatemi Empresa de Shopping Centers e Adeoti Empreendimentos Imobiliários

Brasília – O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, operação pela qual o Grupo WTorre aliena sua participação no Shopping JK Iguatemi, detida pela WTorre Iguatemi Empreendimentos Imobiliários (WTIG), e sua participação no estacionamento do shopping, detida pela JK Iguatemi Estacionamentos (JKIE).

O aval para a saída da WTorre do capital social dos dois empreendimentos está em despacho publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 21.

As compradoras são as empresas Iguatemi Empresa de Shopping Centers, do Grupo Jereissati, e Adeoti Empreendimentos Imobiliários, sociedade que integra o portfólio do Fundo de Investimentos em Participações Teachers Insurance and Annuity Association of America (TIAA3).

Ao final da operação, Iguatemi e a Adeoti deterão, respectivamente, participações de 64% e 36% no shopping e no estacionamento.

Segundo explica documento do Cade, “a Iguatemi passará a ser proprietária, por meio da WTIG, de uma fração ideal de 64% do Shopping JK Iguatemi, ao passo que a Adeoti será titular de uma fração ideal correspondente aos 36% remanescentes; e a Iguatemi se tornará titular de 100% das ações da JKIE, sociedade detentora dos direitos de uso, exploração e operação do estacionamento do Shopping JK Iguatemi, com a ressalva de que JKIE e Adeoti celebrarão um Contrato de Sociedade em Conta de Participação, pelo qual a Adeoti deterá uma participação de 36% na JKIE, na qualidade de sócia participante.”