Cade aprova rede de distribuição da Usiminas

O Cade determinou, porém o fim da cláusula de exclusividade, que exigia que os distribuidores da rede só poderiam comprar aços planos junto à Usiminas

São Paulo – O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira a criação da Rede Usiminas de distribuição e beneficiamento de produtos siderúrgicos, mas determinou o fim da cláusula de exclusividade, que exigia que os distribuidores que fizessem parte da rede só poderiam comprar aços planos junto à Usiminas.

O fim da exclusividade deve se dar no prazo de 30 dias, segundo relatório do conselheiro Ricardo Ruiz, aprovado pelo plenário do Cade.

O acordo para formação da Rede Usiminas foi fechado em julho de 2010 e estipulava que as empresas que a ela se associassem só poderiam adquirir produtos da Usiminas.

Às 16h28, a ação preferencial da Usiminas caía 0,1 % na Bovespa, cotada a 8,94 reais. No mesmo instante, o Ibovespa recuava 0,29 %.