Cade aprova negócio entre J&F Investimentos e Grupo AEI

A operação consiste na aquisição das cotas da EPE e da GasOcidente do Mato Grosso

Brasília – O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, operação envolvendo companhias da J&F e do Grupo AEI, como a Empresa Produtora de Energia (EPE), conforme despacho da Superintendência-Geral do órgão publicado no Diário Oficial da União.

A operação consiste na aquisição pela J&F Investimentos de 1% e pela subsidiária da J&F, Zetta Lighting, de 99% das cotas da Empresa Produtora de Energia (EPE) e da GasOcidente do Mato Grosso, atualmente detidas pela AEI CB Limited e pela EPE Holdings.

O negócio também inclui a compra pela EPE de 99% e pela Zetta Lighting de 1% das ações da GasOriente Boliviano, também detidas por AEI CB e EPE Holdings.

A EPE é proprietária da termelétrica Cuiabá, no Estado de Mato Grosso, com potência instalada de 529,2 MW e atualmente alugada para a Petrobras. As únicas atividades da EPE são a locação da usina e a prestação de serviços de manutenção e operação para a Petrobrás.

Já a J&F, empresa holding do Grupo J&F, detém participação societária em outras companhias que atuam nos segmentos de produtos alimentícios, couro, produtos de limpeza, higiene pessoal, subprodutos bovinos, serviços financeiros, florestamento e comercialização de madeira, pecuária, dentre outros.

A Zetta Lighting, por sua vez, que também pertence ao Grupo J&F, é uma empresa recentemente constituída para ser uma holding e também para atuar no mercado de iluminação pública.