BVA precisa de aporte de 1 bilhão de reais

Banco tentou negociar ajuda do Fundo Garantidor de Crédito, mas não apresentou garantias suficientes

A necessidade de capital do banco BVA, que sofreu intervenção do Banco Central nesta sexta-feira, é de cerca de 1 bilhão de reais, segundo executivos próximos à instituição. Ao longo desta semana, o BVA tentou negociar com o Fundo Garantidor de Créditos (FGC) uma linha de financiamento para aumentar seu patrimônio e elevar seu Índice de Basileia, que estava abaixo do exigido pelo BC. Mas o banco não apresentou garantias suficientes, disse uma pessoa que participou das negociações.

Nas últimas semanas, agências de classificação de risco rebaixaram as notas do banco e de fundos geridos por ele. Recentemente, o BVA revisou os números do balanço do primeiro semestre, o que atrasou a publicação de informações financeiras. Isso, segundo executivos de mercado, preocupou o BC, que passou a exigir mais dados do banco.

Agora, o BC está apurando se houve inconsistências contábeis nas operações de crédito. Procurado, o BVA não comentou.