BTG e Gávea estão na disputa pela GVT, da Vivendi

Segundo Folha de S. Paulo, companhia francesa quer vender operadora brasileira por R$ 19 bilhões

São Paulo – A notícia de que a Vivendi pretende vender a GVT, operadora de telefonia e internet brasileira, não é nenhuma novidade. É novidade, no entanto, que o banco BTG Pactual, de André Esteves, esteja interessado na operação.

As informações são do jornal Folha de S. Paulo, desta sexta-feira.

De acordo com a reportagem, a companhia francesa há pelo menos duas semanas vem recebendo propostas e o valor do negócio não deve ficar abaixo de 19 bilhões de reais.  Além do BTG, o Gávea, de Armínio Fraga, estaria também de olho no negócio.

Ainda segundo a Folha, quatro propostas estão sendo avaliadas pela Vivendi, mas nenhuma operadora de telefonia está na disputa pelo negócio.