Brasil Foods vê custos de grãos subirem até 40% no semestre

Empresa afina controle de custos para lidar com a pressão de insumos

São Paulo – Controlar de modo mais rigoroso os custos tem sido uma das maiores preocupações da Brasil Foods (BRF) neste ano. O motivo é que a alta das commodities agrícolas, aliada à variação cambial, fez com que o custo de grãos subisse até 40%.

“Somos grandes consumidores desses insumos”, afirmou o presidente da BRF, José Antonio Fay. “Esta é a maior pressão”, completou. O ano também é desafiador no cenário internacional, segundo Fay, que lembra a crise na Europa.

Fay participou, nesta quarta-feira, da cerimônia de premiação de Melhores e Maiores 2012 de EXAME. A BRF conquistou o prêmio de melhor empresa do agronegócio.