Braskem registra lucro de 305 milhões de reais no primeiro tri

Valor representa queda em relação ao último trimestre de 2010 e alta na comparação com o primeiro período do ano passado

São Paulo – A Braskem registrou lucro líquido real de 305 milhões de reais no primeiro trimestre de 2011. O valor representa uma queda de 51 milhões de reais em relação ao último trimestre de 2010. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, a alta foi de  282 milhões de reais – creditada pela empresa ao melhor resultado financeiro no primeiro trimestre desse ano.

A receita líquida consolidada da Braskem no primeiro trimestre do ano foi de 7,4 bilhões de reais – 3% superior em relação ao último trimestre de 2010 e 12% maior que a do primeiro trimestre do ano passado. O crescimento deve-se, segundo a Barskem, aos maiores preços praticados no período, principalmente.

O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) consolidado da Braskem no  foi de 919 milhões de reais. O valor é 14% inferior ao apresentado no trimestre anterior. A alta de preços de resinas e petroquímicos básicos em reais compensou parcialmente a redução do volume de vendas, a alta de matéria-prima e a apreciação do real, segundo a empresa.

Em relação ao primeiro trimestre de 2010, o ebitda registrou alta de 1%, em decorrência da alta dos preços de resinas e petroquímicos básicos, parcialmente compensados pela apreciação do real e maior custo de matéria prima, segundo a empresa. Em dólares, a alta foi de 9%.

A relação dívida líquida / ebitda da empresa atingiu 2,37 vezes, uma redução de 2% em relação ao último trimestre de 2010 e de 24% na comparação com o mesmo período de 2010.

Investimentos

A Braskem realizou investimentos operacionais que totalizaram 282 milhões de reais (não inclui juros capitalizados), 6% inferior aos 304 milhões de reais realizados no 1T10. A maior parte dos investimentos foi direcionada para aumentos de capacidade, com destaque para o projeto de construção da planta de PVC, em Alagoas, que acumulou investimentos de 63 milhões de reais. A empresa desembolsou 89 milhões de reais em paradas programadas de manutenção