Brasif vende lojas Duty Free para grupo suíço

Empresa brasileira desiste do setor de varejo para focar na agropecuária. Produção de açúcar e de álcool é a nova aposta da companhia

A Brasif anunciou nesta sexta-feira (17/3) que está saindo do setor varejo. Os negócios que a empresa mantinha nesse ramo – que incluem as lojas Duty Free – serão vendidos para o grupo suíço Dufry e para fundos administrados pela Advent, que também é a principal acionista da Dufry. A empresa é dona de 300 lojas em aeroportos de 33 países.

A negociação inclui, ainda, a venda da Eurotrade, empresa de logística da Brasif no exterior.

Em nota oficial, a Brasif confirma sua intenção em focar seus esforços no setor agropecuário. Pretende, por exemplo, investir na produção de açúcar e de álcool.

“A venda se insere dentro de uma política de reorientação dos investimentos das Empresas Brasif, que decidiram ampliar sua atuação nas áreas de locação e vendas de máquinas pesadas, equipamentos de escritórios, imobiliária, administração de recursos, com ênfase no agronegócio”, diz a empresa, em comunicado.

Criada há 41 anos, a Brasif está presente nos mais variados segmentos da economia. Uma delas é a pecuária, onde atua na melhoria genética da raça de gado Neolore no Brasil. Também é representante oficial da marca MAC no Brasil, de cosméticos. Suas lojas Duty Free (conhecidas como free shops) estão presentes em 95% dos aeroportos brasileiros.