Bradesco contabilizará participantes de PDV até fim do mês

Executivos do banco reiteraram nesta terça-feira (29) que a instituição não divulgará nenhuma informação oficial até a próxima quinta-feira (31)

Rio – Somente após o encerramento das adesões, no próximo dia 31, uma quinta-feira, o Bradesco contabilizará e informará ao mercado dados sobre seu Programa de Demissão Voluntária (PDV).

Executivos do banco reiteraram nesta terça-feira, 29, que a instituição não divulgará nenhuma informação oficial até lá.

Na segunda-feira, a Coluna do Broadcast, que pertence ao serviço de informações em tempo real do Grupo Estado, revelou que o PDV do Bradesco somava pouco mais de 5 mil adesões.

A demanda estaria em linha com a expectativa da alta cúpula do banco, que tinha a preocupação de que a demanda fosse elevada a ponto de deixar sequelas operacionais.

“O PDV se encerra no fim de agosto. Não divulgamos nenhuma expectativa nem passamos nenhum dado”, afirmou o diretor departamental de Relações com o Mercado do Bradesco, Carlos Firetti, em apresentação a investidores durante reunião promovida pela Apimec Rio.

“Devemos, até o fim do mês, contabilizar os participantes e, posteriormente, provavelmente divulgaremos informações”, completou o executivo.

Firetti disse apenas que “acreditamos, sim, que ele (o PDV) possa ter algum impacto e aderência relevante”. O diretor vice-presidente Alexandre Glüher explicou que não foram divulgadas informações porque o “processo tem que ser conduzido com muito cuidado”.

O executivo lembrou ainda que o desligamento dos funcionários que venham a aderir ao PDV não se dará totalmente no fim deste mês, pois a data de saída será acordada com cada funcionário.