Braço do Citi dispara no ranking de bancos de Melhores e Maiores de EXAME

Instituição salta 14 posições na edição deste ano, entre as 50 instituições analisadas

São Paulo – O Citi N.A. Brasil é a instituição que mais avançou no ranking dos maiores bancos elaborado pela edição especial Melhores e Maiores de EXAME neste ano. O banco saltou 14 posições e agora ocupa a 27ª colocação, entre os 50 avaliados.

A análise baseia-se no patrimônio líquido ajustado. No caso do Citi N.A., ele somou 667,4 milhões de dólares, ante os 355,8 milhões registrados na edição do ano passado. A evolução deveu-se a uma injeção de capital.

O Citi N.A. Brasil é uma filial do Citi N.A., um dos braços do Citi, respondendo pela administração de vários ativos do grupo. Ele não pode ser confundido com o Citi (sem o N.A.), que também aparece no ranking de Melhores e Maiores na 10ª posição – uma acima da que detinha na lista passada.

A face mais conhecida do Citi entrou para o ranking deste ano com um patrimônio líquido ajustado de 2,436 bilhões de dólares, ante os 1,906 bilhão da última lista.

Outros bancos

O ranking de Melhores e Maiores traz outros destaques. O segundo maior salto coube ao Banco CNH Capital – o braço financeiro da Case New Holland. Seu foco é o financiamento da compra de máquinas e implementos agrícolas.

O CNH avançou 11 posições no ranking dos maiores bancos, passando da 44ª para a 33ª colocação. Seu patrimônio líquido ajustado evoluiu de 312 milhões de dólares para 567,8 milhões.

Já a operação brasileira do JP Morgan pulou sete posições, do 20º para o 13º lugar. Para tanto, o banco apresentou um crescimento do patrimônio líquido ajustado de 855,3 milhões para 1,3 bilhão de dólares.