BR Properties tem prejuízo de R$ 8,8 milhões no 2º trimestre

O montante está 67% abaixo do prejuízo de R$ 26,9 milhões registrado no mesmo período do ano passado

São Paulo – A BR Properties teve prejuízo líquido de R$ 8,8 milhões no segundo trimestre de 2017, montante 67,0% abaixo do prejuízo de R$ 26,9 milhões registrado no mesmo período de 2016.

Segundo balanço publicado nesta terça-feira, 8, pela companhia, o resultado líquido foi impactado, principalmente, pelo efeito não caixa da desvalorização cambial sobre o bônus perpétuo denominado em dólares, no montante de R$ 26,0 milhões.

O lucro líquido ajustado (que desconsidera amortização, depreciação e efeitos não caixa) foi de R$ 20,9 milhões, recuo de 4,1% na mesma base de comparação. No semestre, o lucro líquido ajustado totalizou R$ 41,357 milhões, queda de 10%.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado somou R$ 82,970 milhões no segundo trimestre, baixa de 15%. No semestre, o Ebitda ajustado alcançou R$ 172,257 milhões, retração de 14%.

A receita líquida no segundo trimestre foi de R$ 104,678 milhões, encolhimento de 13%. No semestre, a receita totalizou R$ 218,708, queda de 12%.

Essa redução no faturamento é explicada pelo aumento dos espaços vagos nos empreendimentos na comparação anual, bem como pela redução do valor de aluguel de determinados contratos.